Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: Candidatos defendem transportes regulares e mais água para a ilha 09 Abril 2021

No término de uma semana de campanha eleitoral, as candidaturas dos três partidos concorrentes (UCID, MpD, PAICV) na Brava recentram os debates na problemática dos transportes e na carência de água para a agricultura e o consumo humano.

Brava: Candidatos defendem transportes regulares e mais água para a ilha

Para a lista do MpD, o problema de escassez de água tem agudizado nos últimos anos na Brava. Por isso, defende que poderá ser resolvido com a montagem e o funcionamento de dessalinizadora de água na ilha.

Esta garantia foi dada à população pela cabeça-de-lista do Movimento para Democracia (MpD), Fernanda Burgo, que lembrou que o Governo, através do Ministério de Agricultura, apoia os agricultores com a instalação do sistema de rega gota-a-gota e com a redução de 50 por cento dos custos.

Por outro lado, indicou que a possibilidade de se criar um polo da Universidade de Cabo Verde na Brava deve ser estudada - pede que se deve definir eventuais áreas de licenciatura, evitando assim fazer promessas que possam não ser implementadas.
Esta sexta-feira a candidatura ventoinha esteve em contato com a população de Santa Bárbara para transmitir a sua mensagem à mesma.

Por sua vez, o líder da lista da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), Nelson Gomes, considerou que a resolução do problema de carência do precioso líquido não passa da promessa de campanha, recordando que nas legislativas de 2016 o MpD tinha feito a mesma promessa e transcorridos cinco anos este problema ainda está por ser solucionado.

Acrescenta que, não tendo o executivo de Ulisses Correia e Silva resolvido esse problema, registou-se um agravamento da situação com a falta de água. Critica que vem agora o MpD a dizer que já assinaram um contrato como uma empresa para solucionar a carência de água na ilha. Por isso, apela aos eleitores para serem mais inteligentes e não se deixarem ser enganados com promessas de campanha.
Conforme a mesma fonte, a UCID quer eleger um deputado para ser a voz dos problemas dos bravenses. Tudo por considerar que os representantes escolhidos nas outras legislaturas estavam ao serviço dos seus partidos e não a defender a população.

Esta quinta-feira, a caravana dos democratas cristãos promoveu ação de campanha na localidade de Fajã de Água.

Já o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) advoga que «o próximo governo tem de olhar para a Brava como uma ilha que não é economicamente viável, em nenhum sector de atividade». Para que tenha estabilidade e segurança alimentar, Silva entende que o Estado deverá continuar a apoiar as famílias, subvencionar o transporte, de entre outras políticas e medidas sociais.

O cabeça de lista do PAICV faz questão de sublinhar que o Estado tem que massificar o apoio social para que as famílias possam ter alguma estabilidade e possam viver melhor.

Clovis da Silva faz questão de realçar que o candidato do MpD já tinha analisado anteriormente a problemática da carência de água na ilha, mas voltou a referir este problema, que teve um impacto e uma quebra enorme aos agricultores e aos criadores locais de gado.

É de salientar que, esta quinta-feira, os integrantes da candidatura do PAICV escolheram a localidade de Mato para promoverem a campanha, realizando contactos com os eleitorados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project