CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: Comunidade bravense “transtornada” com a morte de um jovem por afogamento 01 Fevereiro 2020

Os bravenses amanheceram esta quinta-feira em estado de choque com a morte por afogamento numa cisterna de um jovem de 28 anos, do sexo masculino, da localidade de Mato Grande.

Brava: Comunidade bravense “transtornada” com a morte de um jovem por afogamento

Segundo informações apuradas pela Inforpress junto do comandante da esquadra policial da Brava, Higor Almeida, o malogrado chamava-se Wilson Gomes e era funcionário da Electra.

A mesma fonte avançou que, segundo informações apuradas no terreno, o indivíduo “possivelmente” encontrava-se embriagado e foi apanhar água numa cisterna, onde acabou por cair, tendo o irmão tentado resgatá-lo, mas perdeu-o de vista.

Higor Almeida informou que o irmão do malogrado ligou à esquadra por volta das 01:45 da madrugada a pedir socorro, uma equipa deslocou-se ao local mas não conseguiu avistar o corpo, accionaram o delegado de saúde que se dirigiu ao local juntamente com o pessoal da Protecção Civil que retirou o corpo, onde foi confirmada a morte por afogamento.

Esta morte transtornou a sociedade bravense, pois de acordo com algumas pessoas, era um indivíduo conhecido por todos e era “manso e solidário”.

Segundo informações avançadas pelas autoridades, deixou filhos menores mas, não se sabe quantos, conclui a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project