ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: PM defende que a ilha precisa de um “efeito choque” para criar muito mais economia 12 Mar�o 2021

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, defendeu hoje que a ilha Brava precisa de um “efeito choque”, que seja mais diferenciador tendo em conta as condições da ilha, para que possa criar muito mais economia.

Brava: PM defende que a ilha precisa de um “efeito choque” para criar muito mais economia

Segundo a Inforpress, o chefe do Governo fez esta declaração à imprensa no final de uma “conversa aberta” com os jovens bravenses, realçando que é preciso criar mais condições para a ilha, de forma a permiti-la ser mais atractiva e diminuir a frequente perda de população.

Por isso, apontou que é preciso fazer uma “discriminação positiva”, destacando que a “maior ambição” é transformar a Brava numa ilha empreendedora, ciente de que além dos programas já existentes de incentivos, estímulos e financiamentos, é necessário “dar um passo mais forte”.

Passo este que, conforme sublinhou, passa pela declaração da ilha Brava como uma zona económica especial, permitindo que venha a ter incentivos fiscais especiais, incentivos financeiros, condições muito mais favoráveis para a instalação de negócios e de empresas, como forma de melhorar o ambiente de negócios da ilha.

Sobre a conversa com os jovens, onde também participou a artista Neusa de Pina, Ulisses Correia e Silva considerou-a um “bom momento” para falar com os jovens, que serviu para incentivá-los e estimulá-los, e para apresentar os instrumentos de oportunidades existentes.

Segundo ainda a Inforpress, o chefe do Governo apontou que há casos de jovens bravenses que já abraçaram alguns dos instrumentos, como os cursos profissionais, estágios profissionais e que já se encontram no mercado de trabalho.

Estes jovens, conforme sublinhou a mesma fonte, devem servir de estímulo para que outros também perssigam o mesmo caminho e, caso encontrem alguma dificuldade, aconselhou-os a não desistirem e desafiou-os a serem perseverantes porque o “resultado será bom para aqueles que apostarem e continuarem a apostar”.

E, para que a juventude bravense seja integrada no contexto nacional, Ulisses Correia e Silva indicou que falta aumentar e intensificar ainda mais os programas que o Governo possui, para abranger mais jovens com possibilidades para criar empresas, empregos e ter formação para o mercado de trabalho.

Este encontro foi considerado muito “profícuo” para os jovens que participaram, destacando a oportunidade de verem as suas dúvidas esclarecidas e terem mais esclarecimentos sobre os programas e projectos do Governo para os jovens e para a ilha Brava.

Ulisses Correia e Silva chegou hoje à tarde à ilha Brava e iniciou a sua visita na Delegacia de Saúde, seguindo depois para as obras de requalificação do Centro Histórico de Nova Sintra e da construção da estrada de ligação Nova Sintra/Nossa Senhora do Monte, terminando a visita com uma “conversa aberta” com os jovens.

O chefe do Governo regressa este sábado à ilha do Fogo, onde tem agendado visitas a instituições e obras, além de um encontro com jovens, refere a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project