CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: Pároco desafia os cristãos a viverem o Advento com “serenidade e esperança” 07 Dezembro 2021

O pároco das paróquias de São João Baptista e Nossa Senhora do Monte desafiou esta segunda-feira, 06, os cristãos a viverem a época do Advento “com serenidade e esperança”, adiantando que é altura de se preparar para um “evento grande”. Frei José fez este apelo em entrevista à Inforpress, explicando que para os cristãos o Natal é um “acontecimento grande”.

Brava: Pároco desafia os cristãos a viverem o Advento com “serenidade e esperança”

E para chegar a este evento na sua plenitude, advertiu que é preciso preparar-se uma vez que o Natal “exige” esta preparação dos cristãos e o caminho é a igreja que dá.

Segundo o sacerdote, os dois últimos anos foram difíceis para todo o mundo, num clima de incerteza e de muitas dificuldades, considerando por isso que este tempo de Advento é a “altura certa” para repor esta confiança que os cristãos devem colocar em Deus.

Entretanto, realçou que ao reparar à volta, tudo o que tem a ver com a espera, a sociedade tem tendência de eliminar, pois nos dias de hoje não há “paciência e nem tempo” para esperar que isso se concretize.

Neste sentido exorta aos cristãos a viverem o Advento na sua plenitude, com serenidade, pois, ajuntou, este tempo dá oportunidade de escolher e ver que o que “ leva tempo para acontecer e exige espera é uma coisa boa”.

“Todas as liturgias e as dinâmicas à volta do Natal apontam-nos para isso. E, se de facto estivermos atentos à nossa volta, sabemos que todas as coisas boas levam o seu tempo”, disse o religioso, exemplificando que uma mãe sabe que tem de esperar o tempo para o seu filho nascer.

Mas, sublinha que o tempo de espera não é para cruzar as mãos, mas sim esperar e trabalhar para que o “Natal seja verdadeiramente o Natal”, apelando à bondade e ao cultivo do amor uns com os outros.

Frei José diz estar consciente que nos dias de hoje é complicado, porque “há o perigo da moda, falta de paciência”, sublinhando que “o próprio ritmo da sociedade pede coisas umas atrás da outra e muitas vezes os cristãos se deixam levar pela moda e pelo frenesim da própria sociedade”.

Questionado sobre as actividades que as paróquias estão a realizar para apoiar os cristãos bravenses nesta caminhada, este sacerdote indicou que além da liturgia dominical, está agendado um retiro para o próximo dia 18 de Dezembro, actividades com os catequistas, crianças da catequese e ainda pretendem realizar uma actividade com os idosos, de forma a envolvê-los no clima natalício.

Ainda avançou que estão a realizar campanhas para angariação de fundos para a entrega de cestas básicas às famílias mais carenciadas, justificando que o Natal também é tempo de amor e de bondade, embora tenha reforçado que o Natal para os cristãos deveria ser o tempo todo.

“A todos os cristãos, desejo que façam uma boa caminhada de Advento, sobretudo para as pessoas que estão a passar por algumas dificuldades materiais e espiritual, que Deus faça luz nas suas vidas e que encontrem pessoas que lhes guiem e que lhes deixam sentir que vale a pena viver e lutar para a vida”, finalizou o sacerdote.
Asemana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project