CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: Presidente do PAICV socializa com os bravenses a agenda “Um Cabo Verde para Todos” 24 Fevereiro 2021

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), realiza, partir desta- terça-feira,24, prolongando-se até quinta-feira,25, uma visita de dois dias à ilha da Brava. Enquadrada nos preparativos das legislativas de 18 de Abril, Janira Hopffer Almada pretende socializar com os bravenses a agenda “Um Cabo Verde Para Todos”, almejando um «País mais inclusivo» e em sintonia com o slogan “Brava também é Cabo Verde”.

 Brava: Presidente do PAICV socializa com os bravenses a agenda “Um Cabo Verde para Todos”

Durante a sua estadia na Ilha das Flores, a líder do maior partido da oposição e candidata a Primeira Ministra de Cabo Verde nas eleições gerais de Abril deste ano, socializará, com os bravenses, a Agenda “Um Cabo Verde Para Todos”. Janira Hopffer Almada auscultará ainda as principais reivindicações da população, com destaque para as que se prendem com a carência de ligações à Diáspora e ilhas - principalmente entre Fogo e Santiago, a alta taxa de desemprego, sobretudo no seio da camada jovem, o atendimento médico deficitário e a escassez de água potável na ilha.

“Será também um momento oportuno para revisitar as promessas eleitorais, plasmadas no documento “Brava tem Solução” que tinha, como linhas mestras, a organização e qualificação da produção e do comércio informal, a promoção de um sistema de transportes eficiente e, regular e previsível, a certificação dos produtos da ilha, o fomento da exportação para o mercado nacional, turístico e da Diáspora e a promoção das infraestruturas económicas e sociais”, aponta Janira em comunicado enviado ao asemanaonline.

Promessas não cumpridas e agravamento da situação com perda da população

No tocante à promoção das infraestruturas económicas e sociais, lembra que o atual executivo do MpD prometeu construir o aeródromo da Brava, ampliar o porto de Furnas e o porto de pescas, construir e reabilitar estradas de acesso, promover o plano sanitário e de obras hidráulicas e requalificar a cidade de Nova Sintra.

“Passados cinco anos, praticamente nenhuma dessas promessas foi cumprida, por parte do Poder Central, contribuindo para uma perda acentuada da popularidade do atual Primeiro Ministro, Ulisses Correia e Silva, no cômputo nacional, de 77%, para 36%”, ressalta.

Para a líder tambarina, a “inércia do Poder Local” tem contribuído para agravar os problemas da Ilha, particularmente ao nível da geração de empregos dignos e bem remunerados, estando a taxa de desemprego em 14,8%, afetando, particularmente a camada jovem, na ordem dos 46,2%, isto sendo dados do INE de 2019.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project