ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brava: Primeiro-ministro visita destacamento militar e a unidade naval da Guarda Costeira na ilha 06 Novembro 2022

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, visita nos dias 07 e 08 de Novembro, o destacamento militar e a unidade naval da Guarda Costeira, instalados de forma permanente para cobrir a região Fogo e Brava.

Brava: Primeiro-ministro visita destacamento militar e a unidade naval da Guarda Costeira na ilha

Uma nota de imprensa enviada à Inforpress indica que a instalação de um destacamento militar e a colocação, de forma permanente, de uma embarcação da Guarda Costeira na ilha Brava, foi resultado de um “compromisso” do Governo de Cabo Verde, mediante um estudo por uma comissão criada que garantiu a eficácia desta medida, tendo, por isso, o chefe do Governo avançado com o orçamento para o efeito.

Nesta visita, em que o chefe do executivo será acompanhado pela ministra de Estado e da Defesa Nacional, Janine Lélis, estão agendadas visitas ao destacamento militar da Guarda Costeira, na cidade de Nova Sintra, e uma visita à Unidade Naval da Guarda Costeira, no porto de Furna.

Esta acção, conforme explicou a nota, resulta da implementação do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Guarda Costeira (2017-2027) aprovado e em vigor com o intuito de garantir maior vigilância e fiscalização das actividades ilícitas que possam ocorrer na região, mas também para reforçar a capacidade do País de realizar mais operações de busca e salvamento e apoiar na Protecção Civil, bem como, nas evacuações médicas.

Segundo informações obtidas pela Inforpress, parte da equipa do Destacamento Militar já se encontra na ilha Brava e o navio que vai ficar na ilha saiu esta manhã do porto da Praia rumo ao porto de Furna.

Esta reivindicação vem sendo feita há algum tempo pelo povo bravense, tendo em conta que os navios já não pernoitam com regularidade na ilha e este é o único meio de saída e entrada na ilha.

Um navio da Guarda Costeira na ilha vai permitir fazer transferências de doentes e prestar assistência atempada, tendo em conta que nos últimos tempos as transferências têm sido asseguradas pela embarcação Rabo de Junco que tem de se deslocar da ilha do Fogo para vir socorrer às pessoas na Brava. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project