INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brexit: Acordo aprovado no parlamento em Londres enfurece Bruxelas, é criticado por 5 ex-primeiros-ministros 15 Setembro 2020

O primeiro-ministro britânico logrou, ao fim de uma jornada que terminou muito depois das 22 horas esta segunda-feira, convencer o parlamento a votar pela lei do mercado interno "que protege os interesses do Reino Unido e vai evitar uma crise alimentar na Irlanda do Norte". Mas para cinco dos seus antecessores na chefia do governo, Boris Johnson está a violar a lei internacional.

Brexit: Acordo aprovado no parlamento em Londres enfurece Bruxelas, é criticado por 5 ex-primeiros-ministros

A proposta tinha levado na sexta-feira a uma reunião de emergência entre as duas partes que assinaram em 31 de janeiro o acordo de separação entre a União Europeia e o Reino Unido. Bruxelas a exigiu explicações a Londres sobre a controversa lei que derruba o acordo a que tinham chegado sobre a lei do mercado interno britânico.

Também no interior do Reino Unido, cinco ex-primeiros-ministros, os conservadores Theresa May, John Major e David Cameron e os Trabalhistas Tony Blair e Gordon Brown, condenaram o plano de Johnson que anulou uma parte importante desse acordo há nove meses assinado e que se tornou um tratado internacional.

O aliado especial Trump congratulou Boris Johnson pela vitória. Ao contrário, a líder do Partido democrata, Nancy Pelosi declarou que se Londres violar o acordo com a UE, o Congresso dos Estados Unidos não aprovará o tratado comercial — o que irá dificultar as relações comerciais entre os dois países anglófonos. Fontes: BBC/Le Figaro/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project