Retratos

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Burkinabé Diébédo Francis Keré vence Pritzker, ’Nobel’ de Arquitetura — "Jurei criar melhores escolas" 19 Mar�o 2022

Diébédo Francis Kéré, o laureado do Prémio de Arquitetura Pritzker de 2022, construiu a sua carreira, segundo conta, a partir da sua experiência de aluno na escola de Gando, a aldeia do Burkina-Faso onde nasceu em 1965.

Burkinabé Diébédo Francis Keré vence Pritzker, ’Nobel’ de Arquitetura —

A primeira escola que construiu foi em Gando em 2001, para cumprir o que prometera como aluno nos anos de 1970 na escola feita de betão — que ao sol era um forno e à chuva era um chuveiro. A experiência fez o menino Diébédo prometer que um dia a sua aldeia ia ter uma escola em boas condições.

A sua proposta da escola em Gando — no regresso da emigração com uma poupança de 50 mil euros — causou encanto quando a apresentou à aldeia. Mas causou desconfiança quando falou que o material de construção seria não um material moderno como o betão mas sim o mais natural, a terra local.

Em 2004, Diébédo acrescentou-lhe a casa dos professores. Em 2008 a escola primária ganhou uma extensão e em 2019 a biblioteca.

O mais conhecido por Francis Kere é o primeiro arquiteto africano que ganha o Prémio Pritzker. O júri presidido pelo chileno Alejandro Aravena, o Pritzker de 2016, incluiu ainda personalidades como Deborah Berke, Kazuyo Sejima, Wang Shu, além da italiana Benedetta Tagliabue.

Fontes: Architectural Review/DomusWeb.it/DW.de/www.la-croix.com.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project