ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

CABO VERDE: Abílio Duarte homenageado com “Dia do Diplomata Cabo-verdiano" 17 Agosto 2009

O Governo de Cabo Verde instituiu oficialmente o “Dia do Diplomata Cabo-verdiano” que passa a ser celebrado todos os anos e a cada 16 de Fevereiro. A data que serviu de referência foi 16 de Fevereiro de 1931, dia do nascimento de Abílio Duarte, combatente da liberdade da Pátria e primeiro titular da pasta dos Negócios estrangeiros do Cabo Verde Independente. E a julgar pelos êxitos que a nossa diplomacia vai coleccionando - a vista de Hilary Clinton ao nosso país é um dos mais recentes acontecimentos a mostrar, bem claro, o grande momento de forma por que passa a nossa política externa- a medida vai ter eco junto da opinião pública cabo-verdina.

CABO VERDE: Abílio Duarte homenageado com “Dia do Diplomata Cabo-verdiano

De acordo com a resolução aprovada pelo Conselho de Ministros e a que "asemanaonline" teve acesso, Abílio Duarte, que exerceu essas funções entre 1975 e 1981, se destacou pelos seus méritos técnicos e morais e pela sua capacidade de liderança, o que lhe permitiu granjear grande respeito e admiração entre os diplomatas. Por isso, destaca o documento: “o seu legado constitui hoje uma base sólida e exemplar da diplomacia cabo-verdiana e uma referência para a classe”.

Para o Governo de JMN, instituir o “Dia do Diplomata Cabo-verdiano” é honrar e reconhecer a forma dedicada e patriótica como esses profissionais da diplomacia cabo-verdiana têm desempenhado as suas funções ao longo dos anos, ou seja, desde da Independência Nacional. Mais, os resultados a nível internacional estão a vista de todos". Por isso, lê-se no documento: “merecem um reconhecimento público do Governo e da Sociedade cabo-verdiana em geral”.

O “Dia do Diplomata Cabo-verdiano” deve ser um momento de reflexão sobre a política externa cabo-verdiana. Será igualmente uma ocasião para se reafirmar a importância e a natureza das funções que incumbem a essa categoria de funcionários públicos. “Executar a política externa de Cabo Verde, representar o Estado e assegurar a protecção diplomática e a defesa dos interesses das comunidades cabo-verdianas espalhados pelo mundo, são o destino desses profissionais”, destaca a resolução que instituiu oficialmente o “Dia do Diplomata Cabo-verdiano”.

Manuel Nascimento

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project