AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

SantaCatarina/Santiago: Semana do Ambiente com várias atividades 02 Junho 2021

Organizada pelo Pelouro do Ambiente e Saneamento da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago (CMSCS), a Semana do Ambiente arrancou. esta segunda-feira, 31, com uma programação de várias atividades voltadas para a sensibilização ambiental e centradas nas crianças e jovens. Esta iniciciativa decorrerá, até sábado, dia 5 de Junho, no concelho que tem tem a cidade do planato (Assomada) como seu capital.

SantaCatarina/Santiago:  Semana do Ambiente com várias atividades

À semelhança dos anos anteriores, enquanto poder público, a Câmara Municipal de Santa Catarina da ilha de Santiago pretende reforçar a sensibilização da sociedade sobre os problemas ambientais e, em particular, da comunidade educativa. “Ou seja, muni-las de conhecimentos e valores capazes de fortalecer as suas capacidades individuais e coletivas para a elaboração de soluções, projetos ou ações que envolvam a comunidade na construção de uma relação mais harmoniosa com o Ambiente”, refere em comuncado.

Segundo a mesma fonte esao previstas varias atividades coomo palestras de sensibilização ambiental sobre o impacto do lixo nos ecossistemas e possíveis soluções; Oficina de reciclagem, exposição bibliográfica, de produtos reciclados e artesanais; Feira de plantas ornamentais; Plantação de plantas frutíferas/restauração e recuperação de uma área antes degradada pelo lixo, entre outras.

Para a organização do evento, a Semana do Ambiente tem como propósitos refletir sobre as problemáticas ambientais no município, comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente e promover atividades e reflexões de acordo com o lema instituído pelas Nações Unidas para 2021: “Restauração dos Ecossistemas”. Visa ainda desencadear ações contínuas para melhorar a saúde e a qualidade ambiental, fortalecer o espírito de voluntariado nas escolas e comunidades em prol da defesa do Ambiente.

De ressaltar que o Ambiente está no centro das atenções em todo o mundo, decorrente do consumo exagerado de recursos naturais. “Sabe-se que a destruição de habitats tem provocado o desaparecimento de espécies animais e vegetais, proporcionando o surgimento de vários fenómenos ambientais com impactos negativos diretos na vida das pessoas e o risco de esgotamento desses recursos”, refere a organização, em comunicado.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project