ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Falta da ligação marítima continua afectar Brava: PAICV “exige respeito” deste GOVERNO para com a ilha 12 Janeiro 2023

O líder da Comissão Política Regional (CPR) do PAICV da Brava denunciou que, na sequência do último anúncio da CVINTERILHAS de que as viagens para a Ilha Brava serão reduzidas a duas viagens semanais e das declarações do presidente da Câmara Municipal da Brava, falta somente o Governo para dar razão àquilo que há um ano esta CPR vem denunciando. Segundo Carlos Costa, em causa está «a falência total da política de transporte do Governo do MPD e o caos nos transportes públicos no setor marítimo» que esta governação relegou a ilha Brava.

Falta da ligação  marítima continua afectar Brava: PAICV  “exige respeito” deste GOVERNO para com a ilha

Não é de hoje que vem se degradando o serviço de transporte de cargas e passageiros para a Brava, isto vem desde o início do Governo sustentado pelo MpD, quando começaram o desmantelamento da frota marítima nacional. E a corda, como sempre, teria que arrebentar do lado mais fraco”, lê -se na nota da Comissão Politica em nota remetida ao ASemanaonline.

O documento lembra que nem mesmo quando o mais alto magistrado da nação, o Presidente da República, ficou impedido de chegar à Brava há dois meses, o presidente da Câmara ou o Governo se manifestaram, mantendo-se mudos e calados.

E a situação na Brava tenderá a ficar ainda muito pior. E não há outra saída, ou o Sr. ministro do Mar assume a resolução do problema com a coragem necessária, em nome do Governo, ou que peça demissão, porque a CVINTERILHAS faz e desfaz na região Fogo e Brava a seu bel-prazer”, destaca.

O líder da Comissão Política Regional do PAICV da Brava, por último, lembra ao Governo que deve governar também para a Brava.

Para a mesma fonte, se Presidente da Câmara tivesse juntado a sua voz antes com esta Comissão Política e com o deputado nacional Clovis Silva, “que tem sido a única voz no parlamento a brigar pela melhoria dos transportes na Brava, poderíamos não ter chegado a este ponto”.

A Brava não merece esta desconsideração e este Governo sem ideias, sem atitudes e sem perspetivas futuras e muito menos uma Câmara Municipal apática, que tem a brava completamente parada, sem investimentos e sem nenhuma oportunidade para os bravenses”, concluiu a nota.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project