CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

CV Fast Ferry: Passageiros e turistas que ficaram no Porto Inglês denunciam incumprimento de horários de ligações com o Maio 09 Mar�o 2019

Turistas e passageiros denunciam aquilo que consideram ser o grave incumprimento dos horários de ligações do navio Fast Ferry entre Praia e Maio, deixando, esta sexta-feira, vários pessoas em terra - no Porto Inglês. Consideram que « com esse péssimo serviço prestado», a empresa «coloca em causa a própria imagem do país no estrangeiro, uma vez que são muitos os turistas que visitam o Maio de barco», quando as condições climatéricas não permitem a realização de voos de avião de e para a ilha.

CV Fast Ferry: Passageiros e turistas que ficaram no Porto Inglês  denunciam incumprimento de horários de ligações com o Maio

Um dos contestatários da situação junto do Asemanaonline é o cidadão Leonel Pires. «A Fast Farry deixa em terra (no caís do Porto Inglês) os passageiros que tinham viagem marcada de Maio-Praia para hoje,08, pelas 21:30. Esta empresa quase que nunca cumpre os horários», denuncia.

Em nota remetida à nossa Redação, a mesma fonte lembra que, na sexta-feira passada, a CV Fast Ferry tinha viagem agendada para as 20:30, mas depois informou os passageiros para se deslocarem ao cais à 01:00 da madrugada de sábado. « Contudo, o barco só partiu para a cidade da Praia por volta das 03:45. Mais, chegado ao cais da Praia por volta das 06:00, o mesmo, por ter encontrado o Praia d’Aguada ancorado, teve de, novamente, sair do cais porque não havia lugar para atracar. Por isso, ficou ancorado à entrada do cais até perto das 07:00 da manhã para poder depois atracar e desembarcar os passageiros», descreve.

Leonel Pires critica que a CV Fast Ferry, devido à sua incompreensível falta de organização e ao incumprimento sistemático dos horários que a própria estabelece, «está a prestar um péssimo serviço para os que viajam de e para a ilha do Maio», colocando com isso em causa a própria imagem de Cabo Verde no estrangeiro. É que, segundo fundamenta, são muitos os turistas que visitam a ilha do Maio de barco ou que sentem-se a necessidade de viajarem de barco, quando, devido às condições atmosféricas desfavoráveis, não se realizam viagens de avião de e para essa ilha.

Entretanto, devido ao adiantado da hora do fecho desta edição, este jornal foi impossível de chegar à fala com a administração da CV Fast Ferry sobre as críticas referidas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project