CVMA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

CVMA 2019: Loony Johnson e Roy Job são os mais premiados do ano 06 Maio 2019

Dos artistas nomeados no Cabo Verde Music Awards (CVMA) de 2019, cujo evento aconteceu este sábado, 04, no salão da Assembleia Nacional, Loony Johnson e Roy Job foram os melhores galardoados com três prémios cada. Embora ausentes da gala, seguem-se a Nancy Vieira, a Lucibela e o Djodje, com dois prémios cada. Já os outros restantes artistas musicais receberam um troféu cada, nomeadamente “Rapaz 100 Juiz”, “Dino Di Santiago”, “Tony Fika”, “Elji Beatzkilla”, “Mirri Lobo” e “Dany Silva”, entre outros homenageados pela menção honrosa.

CVMA 2019: Loony Johnson e Roy Job são os mais premiados do ano

Embora tenha começado com alguns minutos de atraso, a gala musical (CVMA 2019) conseguiu atingir as suas expetativas, conforme a organização. O evento decorreu na sala de espetáculos da Assembleia nacional e contou com a presença de pouco mais de quatro centenas de pessoas e fãs. Uma participação que, conforme a nossa fonte, foi mais reduzida da registada no ano anterior.

Loony Johnson e Roy Job foram os mais premiados nesta gala. Conseguiram levar três troféus cada, sendo o primeiro, classificado como o melhor na categoria de melhor vídeo clip do ano, o melhor Afro beats Afro house e melhor colaboração. Já o Roy Job arrebatou os prémios de melhor coladeira, melhor produtor e melhor álbum do ano.

Nancy Vieira, Djodje e Lucibela, que estiveram ausentes do evento, foram também outros artistas premiados com dois troféus cada. Os na categoria de melhor música tradicional e o de melhor intérprete feminina foram atribuídos à Nancy, os de melhor Kizomba e Sapo Awards, foram para o artista Djodje, enquanto que Lucibela foi nomeada como melhor nas categorias de Morna e de artista revelação.

Além de prémios de menção honrosa destinados ao compositor Nhelas Spencer e ao jornalista da Rádio e Televisão Pública (RTC), Moisés Évora, foram ainda premiadas outras categorias, designadamente melhor Hip Hop (Djede ft.), melhor ritmo internacional (Dino d´Santiago), melhor funaná (Tony Fika), melhor em palco (Elji Beatzkilla), melhor intérprete masculino (Mirri Lobo), melhor música popular do ano (Rapaz 100 juiz), prémio carreira (Dany silva), artista solidário (Batchart) e melhor DJ (Straga Beat).

Do resto, este diário digital está em condições de afirmar que o ambiente em que decorreu esse certame musical foi de euforia e tranquilidade. De acordo com premiados e participantes, a seleção dos premiados foi justa, sugerindo que sejam criadas mais categorias e mais artistas nomeados nas próximas edições dos CVMA.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project