CVMA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

CVMA 2020: Tranka Fulha vence o prémio Música do Ano e “rouba” a cena a Buguin Martins, Gá Dalomba e Mário Marta 07 Novembro 2021

Os Cabo Verde Music Awards 2020 (CVMA) consagraram este sábado, 07, o cantor Tranka Fulia com o prémio Música do Ano com o single “Moda un pássaro”, uma parceria com os Ferro Gaita.

CVMA 2020: Tranka Fulha vence o prémio Música do Ano e “rouba” a cena a Buguin Martins, Gá Dalomba e Mário Marta

O jovem artista arrebatou o principal galardão do evento, realizado no largo do Memorial Amílcar Cabral, numa gala que homenageou Gil Semedo, Grace Évora e Jorge Neto (a título póstumo), distinguidos com Prémio Carreia, que doravante passa a designar-se Prémio Cesária Évora.

No entanto, Buguin Martins, Mário Marta e Gá Dalomba foram os mais premiados da noite com duas “estatuetas” cada, das 16 categorias desta X edição, realizado sob o lema “uma década a premiar a nossa música”.

O artista foguense, natural dos Mosteiros, com o álbum “Bu Markan” venceu as categorias de melhor kizomba e melhor videoclipe. Gá Dalomba ficou com os prémios de melhor hip hop numa parceria com Grace Évora & Kuumba e o de melhor colaboração, num dueto com Kuumba. Já Mário Marta, na sua primeira aparição entre os nomeados dos CVMA, com o álbum “Boa”, ficou com as estatuetas de melhor coladeira e melhor intérprete masculino.

A ocasião foi ainda oportunidade para serem distinguidos com menções honrosas os músicos Zé Rui de Pina, Jonny Fonseca e o “eterno” Orlando Pantera, autor de temas eternizadas pelos Tubarões de que são exemplos canções como “Ca Fila”, “Tunuca”, ou “Serenata”.

A noite foi ainda marcada pelas atuações de Tito Paris & Cee Jay Sena, a fadista portuguesa Cuca Roseta, Teresa Fernandes, Tranka Fulha e Buguin Martins, sendo o ponto alto as apresentações de Gil Semedo e Grace Évora que, depois de atuações a solo, cantaram em dueto os maiores sucessos de Jorge Neto.

Num ambiente de muito “glamour”, que contou com as presenças do presidente cessante Jorge Carlos Fonseca e do eleito, José Maria Neves, a X edição do CVMA marca a retoma de grandes eventos musicais no país.

Dilza Soulé, produtora dos CVMA enalteceu o engajamento de todos os parceiros nesta iniciativa cultural e musical, “que foi o culminar, com sucesso, de um projecto que começou há quase dois anos”

O Júri da CVMA 2020 destacou como premiados os artistas, nomeadamente para a Categoria Música do Ano 2020 (MC Tranka Fulia ft Ferro Gaita, “Moda un pássaro”); Prémio Cesária Évora (Gil Semedo, Grace Évora e Jorge Neto); Melhor Coladeira (Mário Marta, “Boa”); Melhor Funaná (Fidjus Di Dona, “Nu ama nos mai”); Melhor Morna (Jorge Sena, “Serenata a B. Leza”); Melhor Interprete Feminino (Josslyn, “Dzem porquê”); Melhor Interprete Masculino (Mário Marta – “Boa”); Melhor Album do Ano (Dynamo, “Independent”); Melhor Produtor (DC PRO, “Nu ta kontinua pa li”); Melhor colaboração (Ga Dalomba ft Kuumba, “Afrokabuverdianu”);Melhor kizomba (Buguin Martins, “Bu markan”); Melhor hip hop (Gá Dalomba ft. Grace Évora & Kuumba); Melhor música tradicional (Tereza Fernandes, “Nhor Des criador”); Melhor afrobeats/afrohouse (Kinzim, “Princesa”); Melhor ritmo internacional (Khaly Angel, “Ka bu largan”); Artista revelação (Janny Brito & Patrick Brito); Melhor videoclipe (Buguin Martins: Bu Markan).

Asemana C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project