REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ministro da Administração Interna reage: Cabo Verde com 6,2 homicídios por 100 mil habitantes em 2020 29 Janeiro 2021

O número de homicídios por 100 mil habitantes, indicador internacional de violência num país, cifrou-se em 6,2 em 2020 em Cabo Verde, idêntico ao registo em 2019, revelou hoje o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, em reação às criticas do maior partido da oposição.

Ministro da Administração Interna reage: Cabo Verde com 6,2 homicídios por 100 mil habitantes em 2020

Esta posição foi, segundo a Lusa, assumida pelo ministro, no parlamento, depois de ter sido visado pela declaração política do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) sobre a segurança no país, apontando mesmo o “falhanço” do Governo neste setor, que “não se deve à falta de recursos nem à ausência de chamadas de atenção”.

“Este falhanço deve-se tão e exclusivamente à arrogância. Arrogância do primeiro-ministro e do seu ministro de Administração Interna”, criticou o deputado João Batista Pereira, na declaração política do PAICV.

Na declaração política, o partido, que liderou o Governo cabo-verdiano de 2001 a 2016, afirmou ainda que com o atual Governo “quadros experimentados e com quilometragens de percurso no domínio da segurança e ordem públicas foram desterrados para as prateleiras ou afastados da corporação”, por “exprimirem uma simples opinião”.

Em clima de pré-campanha eleitoral, com eleições legislativas convocadas para 18 de abril, o ministro da Administração - Governo apoiado pelo Movimento para a Democracia (MpD), maioria - respondeu no parlamento às críticas da oposição ao plano nacional de segurança, garantindo que na legislatura anterior a “maior preocupação dos cabo-verdianos” estava relacionada com a segurança diária.

“Hoje esta não é a realidade que se vive. A criminalidade não só deixou de crescer, como se verifica uma diminuição real das ocorrências”, afirmou Paulo Rocha.

Conforme ainda a Lusa, o governate enfatizou que a taxa de homicídios dolosos por 100 mil habitantes, enquanto “indicador internacional” para aferir o nível de violência, “continua a recuar” em Cabo Verde, para níveis “de há mais de 12 anos”.

Segundo Paulo Rocha, Cabo Verde Registava 13,0 homicídios por 100 mil habitantes em 2014, indicador que desceu para 6,2 em 2019, mantendo-se em 2020 no mesmo valor.

“Temos claramente menos homicídios”, afirmou, rejeitando as críticas do PAICV e garantindo que também o índice de perceção de criminalidade “está a descer em todo o país”, conclui a Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project