ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde inaugura ampliação de porto do Maio pela primeira vez com rampas 07 Setembro 2022

O Governo cabo-verdiano inaugura hoje as obras de ampliação e reabilitação do porto da ilha do Maio, que pela primeira vez conta com uma rampa ’roll-on/rool-off’, algo considerado “histórico” e que representa uma “nova era” para a ilha.

Cabo Verde inaugura ampliação de porto do Maio pela primeira vez com rampas

Conforme a programação prevista, a inauguração do Porto Inglês deverá começar às 10:00 locais (mais duas horas em Lisboa) e será feita pelo primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, e pelo presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Akinwumi Adesina.

Segundo o executivo, a obra está avaliada em cerca 2,2 milhões de escudos (19 milhões de euros), com o financiamento do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em 50%, sendo a outra metade assumida entre o Estado de Cabo Verde, através da empresa que gere os portos do país (Enapor) em 20% e da União Europeia (30%).

Para o Governo, a requalificação e expansão do porto do Maio é uma “obra estruturante” e uma das grandes prioridades para a ilha, visando o crescimento e desenvolvimento económico do país, com base na aposta nas potencialidades económicas da ilha e no reforço das infraestruturas do sistema nacional de transporte marítimo.

O objetivo é o de “contribuir para a melhoria das condições de vida das populações”, segundo as autoridades, que consideram que estão reunidas as condições para a realização dos investimentos de maior dimensão no setor turístico.

“A ilha de Santiago, face à proximidade, poderá complementar facilmente a sua oferta turística atual através de desenvolvimento de novos produtos, tirando benefício das potencialidades complementares das duas ilhas, assim como explorar através da ação concertada entre os operadores o potencial representado pelo fluxo de turistas em trânsito que se deverá verificar”, disse ainda o Governo, numa nota de imprensa sobre a inauguração.

Com as obras, o porto vai ter 350 metros de cumprimento, uma profundidade variável até 15 metros, duas rampas para navios ’roll-on/roll-off’, quebra-mar de 150 metros, duplicação do terrapleno e instalação de uma rampa metálica ajustável às necessidades dos navios de pequeno porte e construção de uma nova estrada de acesso com 800 metros de comprimento.

Durante o fim de semana, foi realizada uma viagem experimental e testes à rampa, com o navio "Liberdadi", da Cabo Verde Interilhas, que segundo as autoridades cabo-verdianas decorreu normalmente, num momento considerado “histórico” para a ilha.

Ainda segundo o Governo, a ilha do Maio passará a beneficiar de um “acesso mais fiável” ao mercado da ilha de Santiago, o que permitirá um escoamento mais facilitado, com menores custos, de cada vez maiores volumes de produção agrícola e pecuária.

“Assim como assegurar uma cadeia de abastecimento mais resiliente, ancorada na cidade da Praia, minimizando os riscos de rotura”, completou.

A cerimónia contará ainda com intervenção do presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, e do presidente da empresa que gere os portos de Cabo Verde, a Enapor, Irineu Camacho, e do diretor para a Política de Desenvolvimento Sustentável da Comissão Europeia, Félix Fernandéz-Show, sendo ainda esperados momentos culturais e muita festa das gentes do Maio.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project