ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde registou uma diminuição de 26,9% na movimentação de hóspedes durante o primeiro trimestre de 2020 15 Junho 2020

Devido à situação da pandemia da Covidd-19, a taxa de resposta em relação à movimentação de hóspedes em Cabo Verde ficou abaixo do normal. De acordo com o último relatório divulgado pelo Instituto Nacional de Estatísticas de Cabo Verde (INECV), no primeiro trimestre 2020, a hotelaria registou mais de 170 mil hóspedes, correspondendo a uma diminuição de 26,9% face ao mesmo período do ano de 2019. Neste mesmo período, as dormidas diminuíram 29,0%. O Reino Unido foi o principal país de proveniência de turistas, que foram os que permaneceram mais tempo em Cabo Verde, com uma estadia média de 7,5 noites. A ilha do Sal foi a ilha mais procurada pelos turistas, representando cerca de 45,0% das entradas nos estabelecimentos hoteleiros.

Cabo Verde registou uma diminuição de 26,9% na movimentação de hóspedes durante o primeiro trimestre de 2020

Conforme um último estudo realizado pelo INECV, respeitante à movimentação de hóspedes no Pais, no primeiro trimestre deste corrente ano, os estabelecimentos hoteleiros acolheram cerca de 170 mil hóspedes, menos 26,9% do que no período homólogo do ano anterior. As dormidas atingiram 996 mil no mesmo período, traduzindo-se numa variação negativa de 29,0%, em relação ao 1º trimestre de 2019.

A análise por tipo de estabelecimentos, revela que os hotéis continuam sendo os estabelecimentos hoteleiros mais procurados, representando 86,5 % do total das entradas. Seguem-se as pensões com cerca de 4,9% e as residenciais com 4,8%. Relativamente às dormidas, os hotéis representam 94,1%, as residenciais 1,9%, as pensões com 1,8% e hotéis-apartamentos com 1,6%.

A Ilha do Sal, continuou a ter maior acolhimento, com 45,0% do total das entradas, seguida da ilha da Boa Vista, com 29,2% e Santiago com 9,9%. Em relação às dormidas, a ordem é a mesma: Sal com 53,4%, Boa Vista com 36,5% e Santiago, com 4,0%.

O documento aponta ainda, que o principal mercado emissor de turistas, no 1º trimestre do ano 2020, continua sendo o Reino Unido com 20,7% do total das entradas, a seguir vêm França com 13,3%; Alemanha 11,9% e Países Baixos com 11,4%. Relativamente às dormidas, o Reino Unido também permanece no primeiro lugar com 26,8% do total, seguido de Países Baixos, Alemanha e França com 11,5%, 10,5% e 10,1% respetivamente.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project