ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo Verde reporta mais oito novos casos em 24 horas 25 Outubro 2021

Cabo Verde registou mais oito novos casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 38.148 o total acumulado de pessoas que foram infetadas, informou hoje o Ministério da Saúde.

Cabo Verde reporta mais oito novos casos em 24 horas

Num total de 368 amostras analisadas, as autoridades de saúde encontraram mais oito novos casos de infeção, numa taxa de positividade de 2,2%, revela a Lusa

Os novos casos foram registados em São Miguel (três) e Santa Cruz (um), em Santiago, e dois cada em Ribeira Grande de Santo Antão e ilha do Maio.

Nas últimas 24 horas, o país não registou qualquer óbito por causa da covid-19 e mais 17 pessoas tiveram alta, elevando para 37.469 o total de casos considerados recuperadas da infeção.

Desde o início da pandemia, Cabo Verde já registou um total de 38.148 pessoas infetadas, dos quais 349 resultaram em óbito e há ainda 306 casos ativos.

Segundo a mesma fonte, na habitual conferência de imprensa semanal para fazer o ponto de situação da doença no país, o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, sublinhou "melhorias" nos últimos 14 dias, com o país a aproximar-se da desejada taxa de positividade inferior a 4% e uma taxa de transmissibilidade (RT) inferior a 1.

"Já temos dois indicadores que permite-nos dizer que estamos a atingir algum controlo e a taxa de incidência acumulada nos últimos 14 dias tem melhorado consideravelmente em todos os concelhos, estando em 44 casos por 100 mil habitantes", referiu o porta-voz do Ministério da Saúde, lembrando que nos 14 dias anteriores era de 79 por 100 mil habitantes.

Relativamente à vacinação, o diretor nacional de Saúde reafirmou os dados avançados pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, de que Cabo Verde atingiu 80% da população adulta estimada vacinada com pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 e 54% com duas doses.

Para Jorge Noel Barreto, trata-se de um "resultado muito importante" e sublinhou o papel das vacinas na proteção das pessoas e até agora o país não registou qualquer ocorrência de manifestações adversas gravas após a toma das vacinas, refere a Lusa.

A covid-19 provocou pelo menos 4.945.746 mortes em todo o mundo, entre mais de 243,56 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project