ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cabo-verdianos apreensivos com subida das tarifas dos transportes 03 Maio 2022

O aumento superior a 5% nas tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros em Cabo Verde, em vigor desde domingo, está a motivar a apreensão dos utentes, face à subida generalizada de preços nas últimas semanas.

Cabo-verdianos apreensivos com subida das tarifas dos transportes

“Não estranho essa subida no preço dos autocarros porque em Cabo Verde tudo está caro. Agora vou ter que arranjar boleias porque andar de autocarro está difícil”, afirmou à Lusa Idalina Carvalho, doméstica na Praia, de 34 anos, exemplo dos cabo-verdianos que tentam lidar com a subida das tarifas dos transportes coletivos, em vigor desde 01 de maio.

As tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros são revistas anualmente e na última atualização a Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) autorizou um aumento de cerca de 5%, de 41 para 43 escudos (37 para 40 cêntimos de euro) na cidade da Praia, ilha de Santiago, e 7,5%, de 40 para 43 escudos (36 para 40 cêntimos), na cidade do Mindelo, ilha de São Vicente.

Para Idalina, este aumento, que se soma aos fortes aumentos nos combustíveis, bens alimentares e eletricidade nos últimos meses, motiva-lhe preocupação. Dificuldades partilhadas pelo estudante Vitor Santos, 21 anos, que usa os transportes públicos da Praia diariamente e queixa-se desta subida, considerando-a “desnecessária”, num momento em que muitas famílias estão a sofrer com a crise.

“Corro o risco de ficar sem dinheiro, pois tenho que apanhar quatro autocarros por dia, sendo que há dias que faço mais viagens e assim o dinheiro acabará rápido”, contou. segundo a mesma fonte.

Contudo, há também quem acredite que a subida de preços agora aplicada é uma forma de justificar a falta de trocos que tem assolado os transportes públicos. É o caso de Leila Sanches, 36 anos, que à conversa com a Lusa na Fazenda, cidade da Praia, afirmou acreditar que este não era o momento “adequado” para essa subida.

“Já estavam a descontar 45 escudos [41 cêntimos] nos bilhetes de autocarro, a justificação que davam sempre é que não tinham troco”, afirmou esta doméstica.

Também Djelany Dias, 26 anos, acredita que com a crise económica que Cabo Verde está a enfrentar este não era o momento para os aumentos, receando pelas famílias numerosas: “Muitos podem dizer que três escudos é pouco, mas para muitas famílias faz a diferença”.

“Certamente fará toda diferença e andar de autocarro para as famílias sem condições e numerosas ficará difícil”, salientou.

A Lesa lembra que, globalmente, os preços em Cabo Verde aumentaram 1,2% no mês de março e acumulam uma subida de 7,6% no espaço de um ano, indicam dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) noticiados em abril pela Lusa.

Em todo o ano de 2021, foram transportados em autocarros, no arquipélago, 20.090.781 passageiros, segundo o INE, registo que compara com os 13.794.316 em 2020, que representou então uma quebra de 31,6% face a 2019.

Em 2020, o total de passageiros transportados em autocarros recuou a níveis anteriores a 2016, segundo o histórico disponibilizado pelo INE.

A oferta dos autocarros também aumentou em 2021, 13,1% face ao ano anterior, para 24.849.143 lugares, enquanto a distância total percorrida aumentou 14,2%, para 5.827.540 quilómetros em todo o ano.

Cabo Verde enfrenta uma profunda crise económica e financeira, decorrente da forte quebra na procura turística — setor que garante 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do arquipélago — desde março de 2020, devido às restrições impostas para controlar a pandemia de covid-19.

O país registou em 2020 uma recessão económica histórica, equivalente a 14,8% do PIB, seguindo-se um crescimento económico de 7% em 2021, impulsionado pela retoma da procura turística no quarto trimestre.

Entretanto, devido às consequências económicas da guerra na Ucrânia, o Governo cabo-verdiano reviu de 6% para 4% a perspetiva de crescimento económico em 2022, conclui a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project