Festival

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cai o pano do Festival de Música de Santa Maria: Mark Delman levou o público ao rubro 18 Setembro 2022

O segundo dia do Festival de Santa Maria aconteceu sem atrasos significativos, com melhor qualidade sonora e com uma enchente de pessoas que não quiseram ficar de fora da festa da música que marcou o ponto alto das festividades do Município do Sal.

Cai o pano do Festival de Música de Santa Maria: Mark Delman  levou o público ao rubro

O alinhamento claramente atraente para um público mais jovem, com muitos artistas de hip hop, teve como um dos pontos altos a atuação de Mark Delman que levou ao rubro o público que amanheceu no areal de Santa Maria. O jovem artista, natural de São Vicente residente em Bragança-Portugal, terminou o show com o sucesso, “Podê Bem”, tema produzido pelo salense Félix, que fez questão de homenagear durante a sua atuação.

Antes de terminar o show depois das nove da manhã de domingo, Delman deixou uma mensagem ao seu público: ‘Kriol ka ta txá kriol passá mal’, pedindo por melhores condições e qualidade de vida aos moradores das localidades mais carentes da ilha do Sal, muitos deles funcionários dos grandes hotéis.

“Não podemos continuar a permitir que cabo-verdianos que durante o dia trabalham em lugares cheios de luxo, regressem a casa e muitas vezes nem têm água para lavar”, alerta.

Antes dele, Dynamo, filho da ilha do Sal, que deveria ter atuado no dia anterior, subiu ao palco em êxtase e foi abraçado pela multidão. “É especial atuar perto de pessoas que eu conheço, muitos que estiveram aqui me viram crescer. Foi muito gratificante e agradeço imenso ao público do Sal”.

Já na próxima semana, Dynamo promete lançar um novo single e em outubro irá comemorar mais de uma década de carreira no prestigiado palco do Coliseu de Recreios, em Lisboa. “Sinto-me realizado. Claro que ainda tenho sonhos por realizar, mas, graças ao suporte da minha família e de muitas pessoas que me apoiaram. Tive muitas derrotas também - posso dizer que comi o pão que o diabo amassou- mas só tenho a agradecer os que me apoiaram”, assegura.

Assim como Dynamo, June Freedom, filho de cabo-verdianos residente em Los Angeles, Estados Unidos da América, também protagonizou mais um memorável momento de música no palco da 30ª edição do Festival Internacional de Santa Maria.
O artista espera poder atuar em muitos mais palcos nacionais. “A nossa morabeza não tem explicação. Prefiro cantar sempre em criolo e assim levar a nossa cultura sempre comigo. Desde os 15 anos que oiço música de Cabo Verde, cresci a ouvir Ildo Lobo”, contou aos jornalistas logo após o show que considera ter sido inesquecível.

Depois da atuação do jamaicano Turbulence, muito esperado pelos amantes do reggae, MC Acondize foi o último artista a atuar nesta edição do Festival de Santa Maria. Já nos aproximávamos do meio-dia deste domingo, 18, mas o seu estilo musical de Acondize conseguiu ainda manter a animação em alta no areal da praia da ilha mais turística de Cabo Verde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project