CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Câmara da Praia lança edital para financiamento das associações comunitárias 06 Novembro 2021

O presidente da Câmara Municipal da Praia pediu, esta sexta-feira, às associações comunitárias do concelho para colaborarem com a autarquia no desenvolvimento dos bairros e na inclusão social, trabalhando em prol do bem comunitário.

Câmara da Praia lança edital para financiamento das associações comunitárias

Segundo a Inforpess, Francisco Carvalho lançou esse apelo durante a cerimónia de lançamento do Iº Edital do Programa de Financiamento das Associações Comunitárias, um instrumento que se enquadra na política de incentivo, valorização e fomento de associativismo comunitário.

“O grande objectivo deste edital é revitalizar o movimento associativo na Cidade da Praia. É facto que de momento as associações do município passam por dificuldades e temos constatado, nos últimos anos, o desaparecimento progressivo dos mesmos”, disse o autarca, esperando que este programa possa revitalizar o associativismo no concelho da Praia.

Para cumprir com este propósito, a Câmara Municipal da Praia, segundo o seu presidente, tem um orçamento de 48 mil contos que será dividido em duas fases, estando prevista a disponibilização das associações selecionadas o montante de 500 mil escudos em cada fase.

O orçamento disponibilizado deve, conforme o autarca da Praia, ser utilizado na implementação de planos de actividades a ser executado num período de um ano.
“Fora deste montante, vamos disponibilizar uma verba de 30 mil escudos para ser utilizada na gratificação de dois jovens que trabalham na associação e garantam que o plano de actividades seja implementado”, ressaltou segundo a mesma fonte.

Para o concurso, que vai estar aberto durante dez dias, com data a contar a partir de hoje, será levado em consideração critérios que demonstram a prevalência de actividades que tenham como foco o desenvolvimento comunitário e inclusão social, viabilidade de implementação da proposta, incluído no plano e o saber cuidar dos bairros, com atenção voltada para as crianças, idosos e classes mais desfavorecidas.

Revela ainda a Inforpress que são aptas a concorrerem associações com até três anos de existência ou que tenham estado em situação de inactividade e que à data de encerramento do prazo de candidatura apresentam os comprovativos de regularização dos órgãos da mesma.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project