Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Santiago Norte: Candidatos a presidente da república preocupados com a deficiência no setor dos transportes 07 Outubro 2021

Os candidatos a presidente da república para Santiago Norte mostram-se preocupados com o setor dos transportes inter-ilhas e prometem fazer uma magistratura de influência forte junto do governo, no sentido de criar políticas públicas capazes de dar respostas às demandas dos cidadãos.

Santiago Norte: Candidatos a presidente da república preocupados com a deficiência no setor dos transportes

Casimiro de Pina nota deficiências no setor dos transportes

José Henrique Freire Andrade, mandatário do candidato a presidente da República Casimiro de Pina, afirmou a este diário digital que, caso vença as eleições de 17 de outubro, Pina vai garantir a unidade da nação e influenciar o governo no sentido de garantir uma melhor circulação de pessoas entre as ilhas, através de transportes regulares de passageiros e cargas.

“O setor dos transportes é um motor que direta ou indiretamente contribui para o desenvolvimento e a modernização da agricultura, pesca e outros serviços, da indústria transformadora e mexe com as atividades turísticas, através de uma linha eficiente de abastecimento de mercadorias”.

José Henrique acredita que, para se deslocarem de uma ilha à outra, quer de barco ou de avião, os cidadãos têm estado a pagar um preço muito exorbitante, devido a má política dos sucessivos governos para o setor dos transportes.

“O transporte é um setor muito exigente, sabemos que somos insulares, só temos duas vias de ligação-aérea e marítima. O governo deve apostar e investir fortemente nos transportes. Já temos várias experiencias a nível dos transportes no país. Muitas pessoas, que são evacuadas já perderam a vida por falta de transportes Por isso, o governo deve criar políticas assertivas para que não haja dificuldade de deslocação, problemas na mobilidade. Aliás, aumentar o número de aviões e barcos, constitui uma das nossas preocupações, no que respeita à comunicação interna”, aponta.

Veiga promete influenciar governo para melhorar o setor dos transportes

A representação de Carlos Veiga, que prosseguiu com contactos porta-a-porta, esta quarta-feira, nas localidades de Achada Belbel, Renque Purga e Porto Madeira no Concelho de Santa Cruz, prometeu, caso vença as presidenciais de 17 de Outubro, fazer uma política de influência, para garantir o direito de mobilidade dos cidadãos, conforme reza a “Constituição da República.

“Qualquer cidadão tem o direito de circular livremente dentro do seu país. Se vencermos as eleições presidenciais, vamos dialogar com o governo para criar melhores condições no setor dos transportes (aéreos e marítimos), atrair empresas credíveis que sejam capazes de operar sem grande dificuldades no arquipélago”, garantiu.

O mandatário Liver Gomes diz acreditar que, com a criação de uma rede de transporte entre as ilhas, que seja eficiente, capaz de responder à exigência do crescimento do país e que satisfaça as necessidades da população, haverá melhor desenvolvimento económico.

“O setor dos transportes é uma área que carece de uma estratégia que tenha por base a realidade nacional, com foco na mobilidade das pessoas com regularidade entre as ilhas, tendo em conta, que há necessidade de aumentar os números de aviões e barcos”, acautelou.

Fernando Delgado propõe melhorias no setor

De acordo com informações avançadas, esta quarta-feira, a este diário digital por Adilson Oliveira, mandatário do candidato presidencial Fernando Delgado, o país precisa de um plano de estudo para o setor dos transportes, isto como forma de identificar as principais causas e consequências da tão “propalada” deficiência na ligação inter-ilhas.

“Do nosso ponto de vista, o setor dos transportes aéreos e marítimos necessita de uma séria abordagem. Aliás, todas as dificuldades que enfrentamos no setor dos transportes são consequências das más políticas e decisões dos sucessivos governos e há mais de 20 anos que estamos a enfrentar os mesmos problemas e até este momento não foi possível encontrar soluções. Se repararmos, há ilhas que precisam de aeroportos e portos para deslocações frequentes das pessoas, os preços dos bilhetes de passagem são exagerados e muitas são as pessoas que abandonam as suas ilhas com destino à cidade da Praia. Tudo por causa das insuficiências e da falta de transportes nas ilhas, apontou o entrevistado deste jornal.

Entretanto, a mesma fonte acredita que caso Fernando Delgado, vença as eleições presidenciais, e “como Engenheiro Naval, Mestre em Direito Marítimo e Comércio Internacional, terá a possibilidade de influenciar o governo, no sentido de criar melhores condições no setor dos transportes, isto como forma de combater e evitar constrangimentos e obstáculos nas deslocações e circulação das pessoas e bens entre as ilhas”, sublinhou.

José Maria confiante na vitória para melhorar setor dos transportes

Confiante na vitória do dia 17 de Outubro, a candidatura de José Maria Neves esteve, esta quarta-feira, em contactos diretos com as pessoas no Concelho de Santa Cruz.

De acordo com o mandatário, nestes seis dias, a campanha tem decorrido “satisfatoriamente”, e garantiu que, caso vença essas eleições irá fazer uma magistratura de influência ativa junto do governo e das autarquias, no sentido de tomarem medidas capazes de “colmatar as deficiências” registadas no setor dos transportes no país.

“As queixas contra o sistema de transporte no país são a principal causa de indignação e revolta dos cabo-verdianos, em particular da comunidade emigrada. E isso piorou com o silêncio do governo, medida que muitas vezes tem tramado a vida dos passageiros, daqueles que vão de férias e daqueles que investem no país”, indicou.

Aliás, para este mandatário, a insularidade do arquipélago exige que haja deslocação de aviões e barcos com frequência e, por isso, propõe que o governo aumente os números de aviões e barcos para facilitar a mobilidade dos cidadãos entre as ilhas.

Joaquim Monteiro vai criar sinergias para melhoria do setor dos transportes

Segundo uma conversa tida entre o Asemanaonline e Maria Conceição Miranda Reisa, mandatária nacional do candidato presidencial Joaquim Monteiro, promete criar sinergias com o governo central, no sentido de garantir mobilidade regular das pessoas entre as ilhas.

“A situação dos transportes em Cabo Verde piorou-se nos últimos cinco anos, tudo devido a má política do governo. Temos poucos aviões e o número de barcos também não conseguem dar vazão às necessidades das pessoas. Por isso, pretendemos influenciar o governo e empresas ligadas ao setor no sentido de criarem melhores condições para a livre circulação das pessoas e bens, em termos de transportes domésticos”, adiantou.

Hélio Sanches aponta deficiência no setor dos transportes

A equipa do candidato Hélio Sanches, que percorreu as várias localidades de santa Cruz, esta quarta-feira, para intensificar os contatos porta-a-porta, acredita que há vários anos que Cabo Verde vem enfrentando sérias deficiências no setor dos transportes, tanto aéreos como marítimos.

A sua mandatária Adalgisa Monteiro revelou, a este diário digital, que tudo se deve à falta de políticas do governo voltadas para o setor. "Sabemos que cada ilha tem a sua especificidade, mas é necessário que o governo crie condições melhores para a resolução dos vários problemas enfrentados no setor dos transportes. Caso sairmos vitoriosos no próximo dia 17 de Outubro, vamos influenciar o governo, propondo várias medidas e projetos capazes de pôr cobro às dificuldades vividas pelo setor durante vários anos”, perspetivou.

Para esta mandatária, a regularidade dos transportes no país equilibra o número de turistas nas ilhas, aumenta a procura das viagens e negócios, transportes de mercadorias e sobretudo devido ao peso do turismo na economia nacional, ser capaz de assegurar a ligação eficaz aos principais mercados emissores de turistas e por conseguinte, reflete a sua participação relevante na economia nacional, em termos de receitas de voos nos mercados domésticos.

Candidato Gilson Alves incontactável

Em relação à candidatura de Gilson Alves, este diário digital tentou falar com o seu mandatário, Edmilson Aguiar, mas até o fecho desta edição tal não foi possível. Entretanto, o candidato e sua comitiva estarão na ilha de Santiago a partir desta sexta-feira, 08, para arrancar com as atividades da campanha nesta que é a maior ilha de Cabo Verde.

Celso Lobo/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project