Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Carlos Veiga promete defender a democracia e manter viva a Constituição que ajudou a escrever 05 Setembro 2021

O candidato às eleições presidenciais de 2021, Carlos Veiga, prometeu hoje defender a democracia e manter viva a Constituição que ajudou a escrever, por consagrar direitos, liberdades e garantias aos cabo-verdianos.

Carlos Veiga promete defender a democracia e manter viva a Constituição que ajudou a escrever

Carlos Veiga, que foi o primeiro chefe de Governo escolhido em eleições livres e multipartidárias em Cabo Verde, realizadas em 13 de Janeiro de 1991, fez estas declarações durante a sua intervenção na cerimónia de apresentação pública da sua candidatura a Presidente da República nas eleioes de 17 de Outubro próximo.

Na sua intervenção, o candidato lembrou que os cabo-verdianos estão ligados pela sua história, pelo que, sublinhou, onde quer que se encontre o povo das ilhas leva a sua cultura, a sua língua materna, a sua música e, sobretudo, o orgulho de ser cabo-verdiano.

“A nossa cabo-verdianidade tem sido uma marca profunda que nos identifica enquanto povo e Nação. Nós somos mais do que um povo a viver dentro de um território, somos uma Nação a viver dentro do seu povo”, realçou, sublinhando que juntos “somos um só povo sem divisões e maiores do que qualquer fronteira”.

Realçou ainda que é preciso falar da política porque é através dela que se lutou pelos direitos das mulheres, da juventude e do povo, sustentando por outro lado que é com a política que se há-de fazer as transformações que todos querem.

Afirmou ainda que votar é política, justificando que nas urnas todos têm o mesmo poder para dar o seu voto a quem melhor o represente.

Neste âmbito, destacou que votar é exercer a cidadania e consolidar a democracia que permitiu criar bases para o desenvolvimento do país.

“O candidato à presidência deve manter a compostura a condizer com a importância e a grandeza do seu povo. Não é papel de um presidente fazer intrigas, mas sim criar um ambiente estável e próspero e apresentar proposta coerente com o cargo de um chefe de Estado e não do Governo”, disse.

No seu discurso prometeu ainda que na presidência promoverá esforços para contribuir para um ambiente propício à construção de consensos sobre os mais variados temas e facilitador de diálogo e entendimento comuns.

Carlos Veiga, que foi o primeiro chefe de Governo escolhido em eleições livres e multipartidárias em Cabo Verde, realizadas em 13 de Janeiro de 1991, concorreu pela primeira vez ao cargo de Presidente da República cabo-verdiano em 2001.

Cabo Verde realiza eleições presidenciais no dia 17 de Outubro, às quais já não concorre Jorge Carlos Fonseca, que cumpre o segundo mandato como Presidente da República.

Sete candidatos estão na corrida: Carlos Veiga, José Maria Neves, Fernando Rocha Delgado, Hélio Sanches, Gilson Alves, Joaquim Jaime Monteiro e Casimiro de Pina. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project