INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tráfico de bengalis para Índia: Casal condenado à morte por ter vendido menor a bordel 23 Maio 2022

A justiça tardou mas chegou para a vítima que aos 17 anos caiu num esquema de tráfico humano e lenocínio montado pelo casal Asma e Shahin Sheikh. O tribunal bengali de Khulna proferiu, esta quarta-feira 18, a sentença à pena capital para o duo de culpados dos crimes de tráfico humano e lenocínio cometidos em 2009.

Tráfico de bengalis para Índia: Casal condenado à morte por ter vendido menor a bordel

Segundo a agência noticiosa do Bangladesh, tudo começou em outubro de 2009 com uma adolescente do Bangladesh a viajar até à Índia com a promessa de um emprego. Mas o que encontrou foi o pesadelo: em vez de um trabalho digno, bem pago, fecharam-na num bordel (como a da foto inserida à esqª e cuja localização foi apagada do relatório). Shahin Sheikh e a esposa tinham-na vendido para a prostituição.

A família da adolescente alarmou-se quando não teve notícias dela. Chegaram à fala com Shahin Sheikh, que lhes exigiu dinheiro — 20 mil taka (c. 25 mil CVE) — "se queriam tê-la de volta".

O caso foi denunciado e a 20 de janeiro seguinte (2010) o investigador Ashim Kumar, do Tribunal de Prevenção da Repressão de Mulheres e Crianças, deu por provados os factos de tráfico humano e lenocínio e apresentou acusação contra o casal, relatou esta semana o Dhaka Tribune.

Treze anos depois, o tribunal de Khulna (foto no canto inferior d.to) condenou o casal à pena máxima, pela qual serão executados. A pena capital vigora no Bangladesh, que em 1971 obteve a independência perante o Paquistão — vinte e três anos após o fim do Império Britânico e a independência da Índia, esta no topo dos países democráticos que aboliram a pena capital.

In absentia

O final feliz da justiça vencedora ainda está longe: o duo unido também no crime está foragido — desde quando não é indicado, porque também esse dado não consta das informações (aliás, incompletas).

Fontes: Bangladeshi news agency-UNB/Dhaka Tribune /Sun.co.uk. Fotos: Em 2 anos, autoridades do Bangladesh foram buscar à Índia uma centena de vítimas de tráfico — a 5ª vez, em 26 de março (41º ano da independência), resgataram 14 mulheres e nove crianças.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project