SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso Alex Saab: Defesa contesta detenção do advogado que tentava visitar Alex Saab 11 Mar�o 2021

A equipa jurídica do Enviado Especial da Venezuela denuncia que o advogado principal de Alex Saab em Cabo Verde, José Manuel Pinto Monteiro, foi detido pela Polícia Nacional no Sal. Tudo por ter protestado «contra a brusquidão da busca a que foi submetido quando procurava entrar na casa onde o embaixador Saab está detido para realizar a sua reunião diária com o diplomata».

Caso Alex Saab: Defesa contesta detenção do advogado que tentava visitar Alex Saab

Segundo o comunicado da defesa remetido ao Asemanaonline, a sua detenção é algo anormal “sem precedentes”, e questiona qual o propósito que poderia eventualmente servir. Argumenta que tais ações são prejudiciais para a imagem de Cabo Verde como uma sociedade democrática construída sobre uma base de respeito pela lei e justiça para todos.

“Rejeitamos categoricamente a declaração emitida pelo Comandante Regional da Ilha do Sal, da Direção da Polícia Nacional, relativamente às alegadas ações do Pinto Monteiro. É um dos advogados mais graduados de Cabo Verde e tido na mais alta estima pelos seus pares, tanto a nível local como internacional”, lê-se na nota.

A mesma fonte salienta que o governo deve reconsiderar a sua posição e parar de interferir com a equipa de defesa do Embaixador Saab no seu direito de exercer os seus deveres profissionais, exortando que a comunidade internacional denuncie também o comportamento antidemocrático das autoridades cabo-verdianas e que emita um aviso para impedir que tais incidentes ocorram numa democracia modelo.

O documento lembra que, como noticiado na segunda-feira, as autoridades de Cabo Verde negaram pela quarta vez a entrada aos membros da equipa jurídica internacional do Embaixador Saab. Em dezembro último, as autoridades negaram a entrada de um oncologista de renome mundial para visitar e examinar o Embaixador Saab. “A sua esposa continua à espera de que as autoridades garantam a sua entrada e saída em segurança de Cabo Verde. E hoje as autoridades detiveram o principal advogado cabo-verdiano do Embaixador Saab. Até onde está preparado para ir o governo de Cabo Verde no seu desejo de agradar aos Estados Unidos da América?”, questiona a defesa de Saab.

“Nós, como cabo-verdianos, estamos profundamente preocupados com o facto de nunca antes, na história de Cabo Verde independente, o governo ter chegado a tais extremos para satisfazer os objetivos de política externa de outro Estado. Exortamos o Primeiro Ministro Ulises Correia e Silva a reconsiderar”, conclui o comuncado da defesa de Alaex Saab remetido ao Asemanaonline.

Alex Saab, de 49 anos, foi detido em 12 de junho de 2020 pela Interpol e pelas autoridades acbo-verdianas, durante uma escala técnica no Aeroporto Internacional Amilcar Cabral, na ilha do Sal, com base num mandado de captura internacional emitido pelos EUA, quando regressava de uma viagem ao Irão em representação da Venezuela, na qualidade de "enviado especial".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project