ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso Alex Saab: Missão secreta da Marinha dos EUA ao largo de Cabo Verde para ajudar a punir a Venezuela 25 Dezembro 2020

A história do cruzador San Jacinto da Marinha dos EUA (ver foto), que esteve recentemente em missão secreta ao largo de Cabo Verde contra o governo de Nicolás Maduro, exalta os ânimos no seio do governo de Trump em relação à Venezuela, ao mesmo tempo que, segundo noticia o prestigiado jornal The New Iork Times, o expurgo na fase pós-eleitoral dos principais líderes do Pentágono (Ministério da Defesa) está perturbando os militares.

Caso Alex Saab: Missão secreta da Marinha dos EUA ao largo de Cabo Verde para ajudar a punir a Venezuela

Segundo a edição de 22 de Dezembro do The New York Times, no mês passado, o cruzador da Marinha San Jacinto havia navegado ao largo da nação insular da África Ocidental, Cabo Verde, em uma missão secreta com o objetivo de ajudar a desferir um grande golpe ao presidente Nicolás Maduro da Venezuela, um adversário declarado do governo de Trump.

Revela a mesma fonte que a missão foi lançada no início de junho, quando Alex Saab, um empresário colombiano, que é amplamente considerado o arquiteto dos negócios económicos que estão mantendo o governo de Maduro, foi preso em Cabo Verde, quando o seu avião particular parou para reabastecer ( no Aeroporto Intencional Amílcar Cabral na ilha do Sal) em rota para o Irão rumo à Venezuela.

O jornal norte-americano lembra que os Estados Unidos solicitaram a extradição de Saab (permanece na cadeia da ilha do Sal) sob acusações americanas de lavagem de dinheiro e o processo judicial foi iniciado. “Saab é extremamente importante para Maduro porque ele tem sido o frontman da família Maduro por anos”, disse Moises Rendon, um especialista em Venezuela do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington. “A Saab tem acesso a informações privilegiadas sobre os esquemas de corrupção de Maduro dentro e fora da Venezuela”, acrescentou.

Chegada clandestina do navio e descontentamento de militares

The New York Times contextualiza que a subsequente chegada furtiva do referido navio da marinha de guerra ao largo de Cabo Verde coincidiu com a demissão, pelo presidente Trump, do secretário de Defesa, Mark T. Esper, no início de novembro. Por meses, Esper havia se esquivado dos apelos dos Departamentos de Estado e de Justiça para enviar um navio da Marinha de Guerra dos EUA a Cabo Verde para impedir que a Venezuela e o Irã conspirassem para afastar Saab da ilha. Avança que o secretário Esper zombou das preocupações sobre a camuflagem de uma fuga e disse que enviar a Marinha ao largo de Cabo Cabo Verde foi um abuso do poderio militar americano. Em vez disso, um barco da Guarda Costeira foi despachado em agosto para cumprir a missão em causa. Imagem: O cruzador da Marinha San Jacinto em 2017 em Nova York (Spencer Platt / Getty Images).
— -
Ver links :https://www.nytimes.com/es/2020/12/22/espanol/alex-saab-cabo-verde-venezuela.html

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project