ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso Amadeu Oliveira: AN considera falsa a informação de ter havido atraso na autorização para audição dos deputados Démis Almeida e António Monteiro como testemunhas 16 Setembro 2022

Em comunicado remetido ao Asemanaonline, a Mesa da Assembleia Nacional (AN) considera que « é absolutamente falsa a informação de que tenha demorado em autorizar a audição dos dois parlamentares» , Démis Almeida (PAICV) e António Monteiro (UCID), como testemunhas no caso do advogado e deputado Amadeu Oliveira, que vem sendo julgado no Mindelo. Este posicionamento do parlamento cabo-verdiano surge em reação às críticas do Tribunal de Relação de Barlavento (TRB), segundo o qual tem havido atraso por parte da AN em autorizar a audição dos referidos eleitos da nação.

Caso Amadeu Oliveira: AN considera falsa a informação de ter havido atraso na autorização para audição dos deputados Démis Almeida e António Monteiro como testemunhas

Conforme a mesma fonte, a Assembleia Nacional (AN) esclareceu que o deputado Démis Almeida do PAICV foi autorizado pela Comissão Permanente, no passado dia 2 de setembro, a servir de testemunhada no processo-crime ordinário do caso Amadeu Oliveira, tendo sido o Tribunal informado desse facto no dia 5 do mesmo mês.

Já em relação ao deputado António Monteiro da UCID, a Assembleia Nacional revela que recebeu o pedido do Tribunal da Relação de Barlavento na passada quarta-feira, 7, e não “há algumas semanas» como alegou o mesmo tribunal. A Mesa da AN assevera que informou ao TRB que Monteiro foi comunicado sobre o pedido para ser ouvido como testemunha, estando, neste momento, a aguardar o pronunciamento do mesmo para que a Comissão Permanente possa reunir-se.

“Perante os factos acima descritos, AN avoca que é absolutamente falsa a informação de que tenha demorado em autorizar a audição dos dois parlamentares”, realçou a nota da Mesa da AN remetida à nossa redação.

Estes esclarecimentos da AN foram feitos na sequência da notícia divulgada ontem, quarta-feira, 14 de setembro, sobre a prorrogação preventiva da prisão do deputado Amadeu Oliveira, pelo Tribunal da Relação de Barlavento, para mais quatro meses.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project