LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso Navalny: Edil de Lisboa debaixo de fogo assume "erro lamentável" e critica "aproveitamento político" 11 Junho 2021

A Câmara de Lisboa envia dados de manifestantes às embaixadas locais, soube-se agora porque uma ativista russa pró-Navalny naturalizada portuguesa ameaça acionar a justiça. A oposição pede a cabeça do Edil e Fernando Medina esta quinta-feira mandou abrir uma auditoria sobre a partilha de dados relativos a organizadores de manifestações no município nos últimos anos.

Caso Navalny: Edil de Lisboa debaixo de fogo assume

O presidente da CML-Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (foto ao alto, à d.ta), pediu desculpas aos três ativistas russos e anunciou uma auditoria para saber que informações os serviços autárquicos da CML partilhou com diversas embaixadas em manifestações no passado.

Em comunicado esta quinta-feira, em reação às duras críticas de que foi alvo, Fernando Medina diz rejeitar de "forma veemente quaisquer acusações e insinuações de cumplicidade com o regime russo, a maioria das quais tem apenas como propósito o óbvio aproveitamento político a partir de um procedimento dos serviços da autarquia".

O Edil sublinhou que, seis meses depois do incidente, os serviços autárquicos já alteraram o que eram "procedimentos habituais" de partilha de dados entre os serviços da autarquia e embaixadas como Angola, China, Israel ... em casos de manifestações que decorressem em frente aos edifícios da representação diplomática.

Também o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, tido como um peso-pesado da esfera de António Costa, critica quem [designadamente Rui Rio, líder do PSD] tenta obter "ganhos políticos" com este episódio que envolve três russos, todos com a nacionalidade portuguesa, que organizaram uma manifestação de apoio ao opositor Navalny ((foto ao alto, à esqª).

O caso remonta a janeiro deste ano, quando três cidadãos organizaram uma manifestação contra o regime de Moscovo a propósito da detenção do ativista Alexei Navalny, num protesto que decorreu junto à embaixada russa na capital portuguesa.

A "auditoria" que irá envolver o SIS-Sistema de Informação e Segurança tornou-se urgente depois que a ativista Ksenia Ashrafullina (foto em baixo, à d.ta) divulgou o caso, do qual ela teve conhecimento através da PSP-Polícia de Segurança Pública. A ativista russa soube que a embaixada tinha obtido informações sobre nomes, endereços e telefones dos organizadores dos protestos anti-Putin em Lisboa.


AI: gravíssima a partilha de dados com regime de Putin

Segundo a agência Lusa, a AI-Amnistia Internacional na quinta-feira expressou ser "gravíssima" "a partilha de dados dos três ativistas russos" pela CML.

Fontes: Lusa/RTP/ SIC/TVI. Relacionado: "Queremos a liberdade de Navalny": Milhares de manifestantes arriscam vida, centenas de detenções, 23.abr.021; "Putin comanda morte lenta de Navalny" em greve de fome na prisão, "Navalny pode morrer dentro de dias" — EUA, UE avisam Putin de que vai haver consequências, 20.abr.021; Rússia: Navalny detido no regresso a Moscovo — UE e EUA ameaçam com novas sanções, 21.jan.021; Alexei Navalny em coma já está a ser tratado na Alemanha, 22.ago.020; Navalny fora do coma continua em ventilação artificial — Governo alemão exige investigação e ameaça corte em projetos, 08.set.020; Alexei Navalny "sofreu envenenamento", diz governo da Alemanha onde está hospitalizado, 25.ago.020. Fotos: Ksenia Ashrafullina (em baixo, à d.ta), uma de três ativistas pró-Navalny cujos dados pessoais foram enviados para a Rússia pela Câmara de Lisboa; a residir há oito anos e meio em Portugal, a empresária de 36 anos revela ter agora receio de voltar à Rússia. Oposição não poupa Fernando Medina e o Edil manda fazer uma auditoria. Revela a imprensa portuguesa que a embaixada de Angola (na foto) é uma de muitas — entre as quais China, Cuba, Israel ... — que também receberam dados da autarquia lisboeta acerca de manifestantes.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project