ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso da alegada situação em polvorosa nos Correios: Comissão Executiva refuta notícia e diz desconhecer abaixo-assinado de trabalhadores 04 Agosto 2018

A Comissão Executiva (CE) dos Correios de Cabo Verde (CCV) reage, através de uma nota assinada pelo presidente Cipriano Carvalho e o administrador Almiro Rocha, à notícia «Correios de Cabo Verde: Situação em polvorosa por causa do nível atribuído a recém-contratados», editada na edição anterior do ASemanaonline. Exercendo o direito de resposta, a CE da empresa refuta a notícia e diz desconhecer o abaixo-assinado dos trabalhadores.

Caso da alegada situação em polvorosa nos Correios: Comissão Executiva refuta notícia e diz desconhecer abaixo-assinado de trabalhadores

«É completamente falso o conteúdo da notícia veiculada no jornal ASemana on line do dia 2 de julho de 2018 que acusa a empresa e a sua administração de ter no seu seio “Clima em polvorosa por causa do nível atribuído a recém-contratados, pois não existe recém-contratados, nem tão pouco clima em polvorosa na empresa», lê-se na nota.

Para a Comissão Executiva dos Correios, a acusação orquestrada só poderá ter como motivação “outras” por parte daqueles que desesperadamente começam a ter fadiga por a empresa não estar a caminhar para o rumo que desejam.

«Em momento algum a administração recebeu-abaixo assinados dos tais sete trabalhadores, como refere a notícia. A administração desconhece, por completo, os supostos trabalhadores e a carta de reivindicação», conclui a nota lacónica da CE dos CCV, presidida por Cipriano Carvalho.


Nota Redacção: 1) Apesar da CE dos CCV ter afirmado que não recebeu o abaixo-assinado (tem de discutir isso com os trabalhadores), o certo é que o documento remetido para este jornal circulou em jeito de abaixo-assinado público. 2) Além do ASemanaonline, o abaixo-assinado foi remetido para Redacções de outros órgãos da comunicação social, vários e-emais e redes sociais. 3) Um dos trabalhadores devidamente identificado denunciou, em dezenas de e-mails (inclui colegas, personalidades, sindicatos…) que o clima na empresa é sim tenso (vários cabo-verdianos receberam este email) a ponto de ele anunciar que abandona os CCV por ter sido colocado na prateleira e receber tratamento pouco condígno. O ASemanaonline informa com rigor, respeitando o contraditório e sobretudo os seus leitores. O resto é conversa para boi dormir.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project