ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de atentado na Praia: Estados Unidos emitem alerta de segurança após ataque ao presidente Óscar Santos 31 Julho 2019

O aviso está feito. A embaixada norte-americana na Praia, Cabo Verde, emitiu um alerta de segurança após o ataque ao autarca da capital, dando alguns conselhos aos seus cidadãos, nomeadamente para manterem a vigilância.

Caso de atentado na Praia: Estados Unidos emitem alerta de segurança após ataque ao presidente  Óscar  Santos

Numa nota publicada nas suas páginas oficiais citada pela Lusa, a embaixada dos Estados Unidos da América na Praia refere o ataque sofrido na segunda-feira pelo presidente da Câmara da Praia, Óscar Santos, adiantando que a polícia cabo-verdiana está neste momento a investigar o incidente.

O motivo é desconhecido e nenhum suspeito foi detido, prossegue a nota.

Segundo a mesma fonte, o Governo dos EUA aconselha os seus cidadãos a "manter a vigilância" e a tomar algumas medidas de segurança, como acompanhar os meios de comunicação locais para atualizações e ter uma postura discreta e ciente do que se passa ao seu redor.

A embaixada recomenda ainda aos cidadãos norte-americanos para que se mantenham alertas em locais frequentados por turistas e a rever os seus planos de segurança pessoal.

Num outro comunicado, a embaixada dos Estados Unidos da América condenou o atentado contra a integridade física de Óscar Santos e manifestou a sua "total solidariedade" em relação ao autarca, aos familiares e a todos os seus colaboradores.

"A embaixada dos Estados Unidos reitera o seu repúdio em relação a este ato de violência, e acredita veementemente que o Governo e as autoridades competentes não pouparão esforços no sentido de identificarem, o mais rapidamente possível, os perpetradores deste condenável e inqualificável ato", lê-se no documento, onde a embaixada deseja igualmente "rápida e eficaz recuperação" ao presidente da maior autarquia do país.

Investigação prossegue

O presidente da Câmara Municipal da Praia foi baleado nas primeiras horas da manhã de segunda-feira quando estaria a chegar ao ginásio que frequenta na zona do Palmarejo Baixo.

O autarca terá sido atacado pelas costas e atingido com um único tiro, por encapuzados que fugiram do local, e foi socorrido por funcionários do ginásio antes de ser transportado para o Hospital Agostinho Neto.

De acordo com o diretor clínico do Hospital Agostinho Neto (HAN), Vítor Costa, o autarca sofreu uma lesão no braço, com fratura do úmero direito, mas está estável, sem lesões que possam ameaçar a sua vida e foi para casa no próprio dia.

A Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde anunciou a abertura de uma investigação e apelou à colaboração de quem tenha alguma informação que ajude a esclarecer o caso, conclui a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project