SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de cargueiro apreendido com cerca de 10 toneladas de cocaína na Praia: Tribunal manda para cadeia os 11 tripulantes russos 03 Fevereiro 2019

O Tribunal da Comarca da Praia decretou, hoje,02, a prisão preventiva para os 11 tripulantes detidos pela Polícia Judiciária (PJ) na quinta-feira, 31, no Porto da Praia, durante a “Operação ESER”. Uma investida policial que culminou com a apreensão de cerca de 10 toneladas de cocaína num cargueiro com bandeira panamense.

Caso de cargueiro apreendido com cerca de 10 toneladas de cocaína na Praia: Tribunal manda para cadeia os 11 tripulantes russos

Conforme a Polícia Científica, todos os 11 cidadãos detidos são de nacionalidade russa. Ouvidos este sábado, durante o primeiro interrogatório, o Tribunal da Comarca da Praia decretou prisão preventiva para todos esses tripulantes.

O poder judicial tem ainda a desvendar o mistério em torno da suposta morte de um tripulante a bardo do cargueiro ESER. Uma situação que, segundo a PJ, terá alegadamente estado na origem do desvio do referido navio para o Porto da Praia.
Nos últimos dois dias, o caso em apreço tem dominado a opinião pública cabo-verdiana. É que esta é, segundo fontes da PJ, a maior apreensão de droga – cerca de dez toneladas- já mais realizada na África e em Cabo Verde.

Recorde-se que, a Polícia Judiciária, munida de um mandado de busca e apreensão no navio cargueiro denominado ESER, com pavilhão panamense, procedeu, na quinta-feira, 31 de Janeiro, no Porto da Praia, à apreensão de 260 fardos, com o peso bruto de 9.570 kg, contendo no seu interior um produto que, submetido a teste, reagiu positivamente para cocaína De acordo com a polícia científica cabo-verdiana, o cargueiro, oriundo da América do Sul, tinha como porto de destino Tanger, Marrocos. As drogas formam, no entanto, queimadas hoje – ver este jornal.

Cabo Verde na rota do movimento internacional do narcotráfico

Entretanto, foram já registados vários outros casos de apreensão de droga em Cabo Verde, com destaque para os casos de Lancha Voadora em Santiago (1.500 quilos) e Perla Negra, no Mindelo. Isto atendendo a quantidade de cocaína apreendida e o número de envolvidos. Estes dados mostram que Cabo Verde está na rota do movimento internacional do narcotráfico, com ligação entre América Sul, Europa e África.

O pior pode vir acontecer agora, se medidas não forem tomadas, com a fronteira aberta por liberalização de vistos de entrada no país (há mais facilidades na chegada de estrangeiros por via aérea a Cabo Verde com a isenção de vistos a mais de 30 países europeu), além de africanos, principalmente da costa ocidental, que entram rapidamente no país, mesmo não usufruindo de isenção de vistos. Este alerta é de peritos nacionais na área de segurança e defesa, que lembram que uma das sondagens da Afro Sondagem já tinha advertido para se prevenir para esse risco.
— -
Ilustração: Fotos das drogas apreendidas no dia 31 de Janeiro de 2019 no Porto da Praia ( Foto fornecidas pela PJ).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project