POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de desmentido ao Presidente da República: Sociais-democratas pedem a demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros 01 Setembro 2018

O coordenador político nacional do Partido Social Democrata (PSD), José Rui Além, pediu hoje,01, a demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Luís Filipe Tavares, alegando que este tem “faltado ao respeito” ao Presidente da Republica.

Caso de desmentido ao Presidente da República: Sociais-democratas pedem a demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros

“Ele (Luís Filipe Tavares) ofendeu as instituições do Estado ao desmentir o mais alto magistrado da Nação, esquecendo-se que há canais próprios para responder ao Presidente”, precisou o dirigente político do PSD.

José Rui Além fez essas considerações, hoje, durante uma conferência de imprensa, na Cidade da Praia.

Segundo ele, ou o chefe da diplomacia cabo-verdiana se demite, ou então “o Governo cairá”.

“É imperioso que Jorge Carlos Fonseca, enquanto Presidente da República, faça valer dos instrumentos disponibilizados pela Constituição da República para repor alguma desordem e respeito nas instituições do Estado cabo-verdiano”, indicou o responsável dos sociais-democratas.

Na sua perspectiva, tornou-se usual a “prática sistemática de envergonhar o Estado cabo-verdiano com atitudes de meninos mimados”, ofendendo as instituições da República.

Acrescenta que tais atitudes “não encontram justificações nem por meras quezílias intra-partidárias” e que os “mimados esqueceram-se ou se calhar não sabem dos canais próprios de comunicação”.

“Perante a actual situação deplorável, entendemos que o Presidente deverá exigir ao primeiro-ministro que este convide o ministro em crise a arrumar as malas”, disse José Rui Além, para quem esta é “única solução possível”.

Acusou, ainda o Movimento para a Democracia (MpD, no poder) de “partidarizar o Estado”, o que, diz ele, “afecta negativamente o tão desejado bem-estar do povo cabo-verdiano” fazendo do Estado “sua propriedade em toda a sua extensão”.

Apontou, por outro lado, o “desvio do erário para as famílias dos governantes”, assim como o emprego para os “melhores filho do MpD”. A Semana/Infprorpess

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project