NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de sequestro com morte em Santa Cruz: PJ localiza cadáver e alerta a população sobre rumores de que o corpo da vítima foi encontrado sem órgãos 19 Abril 2019

A Polícia Judiciária anuncia ter já encontrado o corpo sem vida do homem supostamente sequestrado no concelho de Santa Cruz, interior de Santiago. A instituição insurge-se, porém, contra os rumores, segundo os quais o cadáver do referido cidadão terá sido descoberto sem os respectivos órgãos. A Judiciária apela para a serenidade da população, alertando que as notícias falsas (fake news) postas a circular nas redes sociais não têm conexão com o caso em investigação.

Caso de sequestro com morte em Santa Cruz: PJ localiza cadáver e alerta a população sobre rumores de que o corpo da vítima foi encontrado sem órgãos

A ocorrência terá abalado a pacata localidade de Ponto Salto, onde foi encontrado, na semana passada, o corpo do mencionado cidadão sem vida. Segundo apurou este jornal, causou pânico aos residentes de Santa Cruz o facto de ter circulado nas redes sociais que o cadáver da vítima terá sido encontrado sem órgãos internos.

Em Comunicado, a Polícia Judiciária informa que recebeu, na quinta-feira, 11 de abril, a comunicação do sequestro, no dia 08 de abril, às 20 horas, de um indivíduo do sexo masculino, no concelho de Santa Cruz, tendo deslocado, de imediato, ao local e dado início as investigações. «O corpo da vítima viria a ser encontrado, no dia 12 de abril, na localidade de Ponta Salto, em Santa Cruz, e deslocado à casa mortuária do HAN, para ser submetido a autopsia», destacou

A PJ faz questão de realçar que as investigações prosseguem, mas assevera que não há razão para as pessoas ficarem alarmadas com falsas noticias que circulam nas redes sociais. «A PJ apela para a serenidade da população, no sentido de desvalorizar certas fake news (notícias falsas) que vêm sendo veiculadas nas redes socais, porquanto tais notícias não têm nenhuma conexão com o caso em investigação».

Segundo a mesma fonte PJ pede, a quem tiver qualquer informação relativamente ao caso em apreço, que comunique as instâncias judiciais - a PJ, através do número 134 e a PN, através do 132, ambos grátis. O ASemananonline associa-se também à esta iniciativa, solicitando informações sobre este caso de sequestro – remeter, com provas documentais e fotos para: asemana@sapo.cvª; asemana@cvtelecom.cv.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project