NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de dois mortos em Santiago: PJ aponta hemorragia digestiva como causa da morte do Agente do PN em Assomada, mulher perde vida por afogamento em São Domingos 22 Novembro 2019

O Palícia Judiciária esclarece, em comunicado remetido ao ASemanonline, que a autópsia realizada ao cadáver do agente José Luís Correia aponta para morte natural, decorrente de uma hemorragia digestiva alta. A PJ informa,por outro lado, que o afogamento terá estado na origem da morte de uma mulher, conhecida por Maria António Lobo Andrade, encontrada, esta quinta-feira, sem vida, em Achada Baleia, em São Domingos de Santiago.

Caso de dois mortos em Santiago: PJ aponta hemorragia  digestiva como causa da morte do Agente  do PN em Assomada, mulher perde vida por afogamento em São Domingos

Referindo-se ao caso mais polémico que tem a ver com o agente da PN encontrado morto nas proximidades da sua residência em Assomada, a PJ informou ser por morte natural. «A Polícia Judiciária, através da Secção Central de Investigação de Crimes Contra Pessoas (SCICCP) – Brigada de Prevenção de Homicídios – informa que o resultado da autópsia realizada esta quinta-feira, 21, ao cadáver do agente da Polícia Nacional, José Luís Correia, falecido esta quarta-feira, 20, na cidade de Assomada, Concelho de Santa Catarina, de Santiago, aponta para morte natural, decorrente de hemorragia digestiva alta».

Mas o que é isso de hemorragia digestiva alta? Conforme sites com especialidade sobre medicina e saúde, a hemorragia digestiva alta é um sangramento na região do esófago, estômago, duodeno ou intestino delgado. «Essa perda de sangue pode estar relacionada a problemas nestes órgãos, como gastrite, úlcera estomacal, úlcera duodenal, consumo excessivo de certos medicamentos ou álcool, entre outros», referem as fontes deste jornal.

Sublinham que a hemorragia digestiva alta costuma ser notada quando há vómitos com sangue, fazendo com que ele saia vermelho vivo, ou sangue nas fezes - que acontece quando ele é digerido pelo organismo, deixando as fezes com odor fétido característico e cor bastante escura, com aspecto de borra de café.

«A hemorragia digestiva alta costuma ser uma emergência médica, dependendo da intensidade do sangramento, do local e da quantidade de sangue que a pessoa já perdeu. É comum que o paciente seja internado para tratamento»,dizem as fontes referidas.

Em termos de causa, a hemorragia digestiva alta ocorre por um desequilíbrio nas mucosas do esôfago, estômago, duodeno ou intestino delgado, que faz com que ocorra um sangramento na região. «São diversas as causas deste desequilíbrio e consequente hemorragia digestiva alta, desde lesões gástricas como gastrite, úlcera gástrica e úlcera péptica, até o abuso de medicações, como os anti-inflamatórios não hormonais, antitérmicos e analgésicos - principalmente quando tomados em jejum», salientam as fontes deste jornal.

Entretanto, em comunicado acompanhado de um extracto do Verbete de Certificação de óbito, a Polícia Nacional apresenta Cirrose Hepática como causa antecedente que está na origem da hemorragia digestiva, considerada como causa direta da morte do agente da PN em Santa Catarina de Santiago. «No seguimento do Comunicado emitido pelo Comando Regional de Santiago Norte e ontem divulgado nos Órgãos de Comunicação Social, sobre o aparecimento de um cadáver na Cidade de Assomada, na zona de Chão de Santos e que veio a confirmar tratar-se do corpo do Agente de 1ª Classe da Policia Nacional, José Luís Neves Correia, a Polícia Nacional, através do seu Gabinete de Comunicação e Imagem, informa que, conforme o resultado da autópsia, hoje realizada, e do Verbete de Certificação de Óbito emitido, a causa (antecedente como está no verbete) da morte (por hemorragia digestiva alta) foi Cirrose Hepática», diz a PN, apelando para «a responsabilidade na divulgação de notícias não confirmadas e que acabam por causar alarme social».

Dúvidas e mulher encontrada morta

Mesmo respeitando a decisão médica referida, poucos vão acreditar nos resultados desta autópsia. É que, além de sangue encontrado no local testemunhado por várias pessoas, a forma como o cadáver do agente do PN foi encontrado(mais aparenta ser homicidio) no chão (circulou nas redes sociais) deixa muita dúvida na versão oficial de que José Luis Correia Neves teve morte natural. Ou seja, para opbservadores atentos, vai ser como o caso do taxista encontrado morto na Trindade:ninguém, incluindo policiais e um criminalista respeitado da praça, concordou com a tese de ter sido suicídio, pelo fato de, entre outros aspetos, o cadáver do motorista ter sido encontrado pendurado no tronco de uma acácia- estava de joelho no chão e bastava levantar-se para não morrer.

Quanto à mulher encontrada hoje,21, morta em São Domingos, a PJ diz ser por afogamento. «A Polícia Judiciária informa, ainda, que o corpo encontrado sem vida esta quinta-feira,21, na localidade de Achada Baleia, em São Domingos, foi identificado como sendo de Maria Antónia Lobo Andrade, de 44 anos, que se encontrava desaparecida desde ontem, quarta-feira, 20, e que a mesma, que sofria de problemas de epilepsia, teve morte por afogamento», diz o comunicado.

Mas, segundo apurou este jornal, familiares da vítima desacordam desta versão e têm suspeitas, que se presumem ser do conhecimento da PJ ou vão ser encaminhadas à esta instituição.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project