REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Causas de cancro do intestino e como reduzir o risco 03 Junho 2019

A incidência deste tumor está a crescer entre adultos jovens. Eis seis mudanças comportamentais e alimentares que pode adotar.

Causas de cancro do intestino e como reduzir o risco

Os índices de cancro do intestino estão a subir perigosamente entre adultos jovens, segundo dois estudos recentes, citados pelo NM.

Para Deborah Alsina MBE, executiva-chefe da entidade Bowel Cancer UK, é inaceitável que os médicos minimizem os riscos e digam a pessoas com menos de 50 anos que apresentam sintomas compatíveis com a doença que estas são “jovens demais” para ter esse tipo de tumor.

O cancro do intestino, ou colorretal, é a segunda maior causa de morte no Reino Unido - apesar de ser evitável, se descoberto numa fase inicial, e curável.

Veja o que as pessoas de qualquer idade podem fazer para reduzir o risco de sofrer este tumor:

Diga não às carnes processadas

Já foi comprovado que a carne processada eleva o risco de vários tipos de cancro. Em 2015 a Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou que carnes processadas como bacon, linguiça e salsicha acarretam um risco de cancro tão grande quanto o tabaco. A organização incluiu as carnes curadas e processadas na mesma categoria que substâncias carcinogénicas como amianto, álcool, arsénico e tabaco.

O consumo de 50 gramas diárias de carne processada (o equivalente a uma linguiça ou duas fatias de bacon) eleva em quase 20% as chances de desenvolver cancro colorretal.

Coma fibras

Para tentar evitar o desenvolvimento de inúmeros tipos de doenças é fundamental a ingestão de muitas fibras, disse a organização, obtidas de grãos integrais, feijão e outras leguminosas, verduras e frutas. A maioria das pessoas não consome tantas fibras quanto se recomenda diariamente. Segundo a Fundação Britânica de Nutrição, a ingestão média diária dos britânicos é de 17,2 gramas, no caso das mulheres, e 20,1 gramas, no caso dos homens. A ingestão média diária recomendada para adultos é de 30 gramas.

Procure manter um peso saudável

Estar acima do peso ou ser obeso é a segunda maior causa - evitável - de cancro. Segundo a organização Cancer Research UK, que promove pesquisas sobre cancro, mais de um em cada 20 casos de cancro são provocados devido a excesso de peso.

Exercite-se regularmente

As pessoas mais fisicamente ativas têm um risco menor de sofrer de cancro do intestino, segundo a Bowel Cancer UK. Ser ativo também pode ajudá-lo a manter um peso saudável e melhorar a saúde mental, já que propicia a libertação de hormonas associadas ao bem-estar.

Pare de fumar

O tabagismo é um fator de risco para muitos tipos de tumores e é responsável por 7% dos casos de cancro colorretal. Estudos revelam que o risco da patologia é até 21% maior entre os fumadores, comparativamente ao de pessoas que nunca fumaram.

Reduza a ingestão de álcool

O risco de cancro intestinal é 17% mais elevado entre pessoas que consomem cerca de 1,5 a seis unidades de álcool por dia, segundo a Cancer Research UK, e 33% mais alto entre as que consomem diariamente mais de seis unidades de álcool, quando comparadas a abstémios ou pessoas que bebem álcool apenas de vez em quando. Fonte: NM

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project