FOTO DA SEMANA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ceia sem os doze — Arte em tempo de distanciamento social 11 Abril 2020

"Como estás?" é a pergunta que passou a ter um novo significado. Já não é para ter novidades dos nossos — entes queridos familiares, colegas e amigos ou simples conhecidos — que podem estar a 100 metros ou a ’xis’ mil quilómetros. É também para inquirir sobre como estão a lidar com esta exceção que nos atingiu em todo o mundo. A pergunta que todos fazemos uns aos outros, separados por imperativo do estado de emergência. E o artista como lida com a situação? A AFP mostra como o artista alemão Til Kolare responde.

Ceia sem os doze — Arte em tempo de distanciamento social

O artista vê Jesus sozinho na sua última ceia, a derradeira que lhe ia permitir despedir-se e preparar os discípulos para a vida sem o Messias.

A desolação duma ceia sozinho… É mais que isso, é ainda mais desolador porque essa mudou toda a história do Cristianismo.

E mudar-lhe a narrativa tem um impacto imenso que tem de mudar comportamentos para todos acatarem as regras das autoridades sanitárias concordando ou não, em tempo de pandemia.

A reinterpretação que faz o artista alemão da ’Última Ceia’, ao retirar — photoshop ajuda, sopram-me — os Doze Apóstolos da narrativa pictórica de Leonardo da Vinci dará a crentes e não crentes, idealmente em isolamento, a dimensão da vivência destes tempos de pandemia em que a regra é o distanciamento social.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project