CINEMA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Celebridades apelam a solidariedade com Ucrânia em entrega de prémios de Hollywood 15 Mar�o 2022

Os prémios da Associação de Críticos, Critics Choice Awards, distinguiram o melhor do cinema e televisão no último ano e foram entregues esta madrugada (14/03) em Los Angeles.

Celebridades apelam a solidariedade com Ucrânia em entrega de prémios de Hollywood

Michael Keaton, Billy Crystal, Maria Bakalova e Hannah Waddingham apelaram à solidariedade para com a Ucrânia, alvo de uma invasão russa, durante a entrega dos prémios da Associação de Críticos, que decorreu esta madrugada.

"Quero reconhecer a bravura do povo da Ucrânia, que está a defender o seu direito à independência e democracia", disse a atriz Maria Bakalova, conhecida pelo seu papel em "Borat Subsequent Moviefilm", antes de apresentar um dos prémios da noite em Los Angeles.

"Espero realmente que possamos juntar-nos e dar início a uma nova era de intercâmbio cultural e artístico entre a Europa de Leste e Hollywood, que tem sido uma força fundamental de criatividade", continuou. "A minha mensagem vai para o povo ucraniano: nós estamos a ver-vos. Nós estamos convosco. Os nossos corações estão convosco".

Michael Keaton, que já tinha falado em apoio à Ucrânia durante os prémios SAG, no final de fevereiro, voltou a fazê-lo ao receber a estatueta de Melhor Ator em Minissérie ou Filme para Televisão, por "Dopesick".

"O que vou dizer sobre as coisas que se estão a passar no mundo, que já mencionei anteriormente, é agradecer ao companheiro ator presidente Zelensky", disse Keaton. "Continuem a lutar".

Antes de ser eleito presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky fez carreira como ator, algo que tem sido destacado em Hollywood desde que a guerra começou e o chefe de Estado emergiu como símbolo da resistência ucraniana.

Também Hannah Waddingham, que recebeu o prémio de Melhor Atriz Secundária em Comédia por "Ted Lasso", apelou à solidariedade.

"Seria negligente da nossa parte não nos focarmos na coisa mais importante que está a acontecer no mundo neste momento", disse a atriz. "Os nossos irmão e irmãs — e para mim mais importante, os bebés da Ucrânia — estão a ser dizimados numa torrente pútrida de abuso. Pensem neles e deem o mais que possam", afirmou.

Billy Crystal, que recebeu o Prémio Carreira da Associação de Críticos (Critics Choice Association), usou o discurso de agradecimento para contar que as suas avós eram ucranianas, de Odessa e de Kiev, e fugiram para os Estados Unidos para escapar à perseguição contra os judeus.

"Rezo para que, de alguma forma, possa voltar a haver riso e alegria nessa parte do mundo", disse o ator e comediante.

Os prémios da Associação de Críticos, Critics Choice Awards, distinguiram o melhor do cinema e televisão no último ano e foram entregues esta madrugada no Fairmont Century Plaza, em Los Angeles.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 564 mortos e mais de 982 feridos entre a população civil e provocou a fuga de cerca de 4,5 milhões de pessoas, entre as quais 2,5 milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project