EXPOSIÇÕES

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Centro Cultural de Cabo Verde em Lisboa acolhe exposição "Djuntu" do artista caboverdiano Luís Levi Lima 08 Setembro 2021

Djuntu (unido; ligado; reunido) foi o nome escolhido para celebrar o momento especial na carreira do artista Luís Levy Lima e aquela que constitui uma das suas maiores exposições. O evento, que terá lugar no dia 17 deste mês no Centro Cultural de Cabo Verde em Lisboa, conta com inauguração dupla, distribuído por dois andares, onde o artista apresenta a sua "maior e mais célebre" colecção (16 retratos de Músicos de Cabo Verde) no piso térreo e uma exposição individual de 10 obras originais (Téra Lonji) no piso superior do edifício.

Centro Cultural de Cabo Verde em Lisboa acolhe exposição

Em comunicado, a organização garante que "Téra Lonji" é uma exposição de "nostalgia e de memórias" motivadas pela distância imposta pela Covid-19, a incerteza do futuro e a "sodade da morabeza". "Um período duro, preso em Lisboa, de muitos silêncios e frustração, de resiliência e superação, que mudaram muito, o artista e a sua pintura. Às cores fortes e vibrantes juntam-se tons mais secos e o preto. Ao lado das figuras surgem agora paisagens", sublinha.

Ainda de acordo com a mesma fonte, a coleção "Músicos de Cabo Verde" é um evento único e sem precedentes. Uma mostra de "prestígio" internacional que pretende celebrar o património cultural caboverdiano e homenagear os grandes nomes da música. Uma verdadeira efeméride que assinala a conclusão da célebre coleção de Luís Levy Lima, que esteve desde 2017 à guarda do Hotel Pestana Trópico e que nunca havia saído do país.

Este projeto (exposição) integra retratos de conhecidos artistas caboverdianos, nomeadamente Bana, Cesária Évora, Paulino Vieira, Lura, Ildo Lobo, Tito Paris, Mayra Andrade, Luís Morais, Manuel d’ Novas, Celina Pereira, Dino d’Santiago e Ferro Gaita, somam-se agora quatro novas obras originais (Humbertona, Élida Almeida, Armando Tito e Orlando Pantera) feitas propositadamente para esta exposição, totalizando assim, um grupo de 16 telas que, são, segundo a organização, a maior coleção do artista.

De salientar que a exposição "Téra Lonji" estará patente ao público até ao dia 17 de Outubro e a coleção Músicos de Cabo Verde manter-se-á no CCCV até ao dia 17 de Dezembro de 2021. "As visitas estão abertas de segunda a sexta, das 10 às 17:00 horas e a entrada será livre", conclui a nossa fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project