NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

’Charlie Hebdo’ republica caricaturas de Maomé na véspera da abertura do processo dos djihadistas 03 Setembro 2020

O jornal satírico alvo dos djihadistas em 7 de janeiro de 2015 voltou esta terça-feira, 1, a tematizar o profeta Maomé — o que motivara o atentado da autoria dos irmãos Kouachi. O processo dos atentados em que morreram doze pessoas, oito delas membros da redação do "Charlie Hebdo", arranca na quarta-feira, 2, com catorze suspeitos de cumplicidade com Saíd e Chérif Kouachi, mortos durante a fuga dois dias depois.

’Charlie Hebdo’ republica caricaturas de Maomé na véspera da abertura do processo dos  djihadistas

"Nunca vamos deixar de nos erguer. Jamais desistiremos", justificou o diretor do jornal, Riss, na véspera do processo dos atentados.

Riss era co-diretor do semanário e ficou ferido nesse dia em que morreram os desenhadores Cabu, Charb, Tignous e Wolinski, entre outras vítimas.

Conselho dos Muçulmanos apela a ignorar

Por entre reações diversas, favoráveis e contrárias à republicação das caricaturas, destaca-se a do presidente do CFCM-Conselho Francês do Culto Muçulmano que, no mesmo dia, dirigiu um apelo para se "ignorar" a republicação do jornal satírico.

Fontes: L’Express/ Le Monde /Le Figaro

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project