INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

China: 4 anos para recuperar-se de queda de penhasco — Marido empurrou-a grávida 16 Abril 2023

A viagem de sonho para a Tailândia em junho de 2019 tornou-se um pesadelo de anos para a chinesa Wang Nuannuan, empurrada pelo marido, Yu Xiaodong, na mira de receber o dinheiro do seguro para pagar uma dívida de jogo. O bebé que esperava morreu e ela levou quatro anos para voltar a andar.

China: 4 anos para recuperar-se de queda de penhasco — Marido empurrou-a grávida

À chegada dos socorros tailandeses, o marido fez crer que a queda do penhasco de 34 metros tinha sido um acidente. Mas depois ao acordar no hospital, Nuannuan confrontou-o: "Porque é que me empurraste?" — tudo gravado em CCTV.

Nuannuan teve dezassete ossos partidos, precisou de levar mais de 300 pontos e submeter-se a várias cirurgias. Seguiram-se anos de fisioterapia, para o que contou com a ajuda dos pais. Durante dois anos, dependia de ambos para tudo, a começar pela comida que lhe metiam na boca.

Em declarações à imprensa chinesa contou: "Perdi a esperança muitas vezes. O tratamento era muito duro, sofria muito, pensava desistir".

Luta para manter agressor na cadeia. Nuannuan quer justiça e por isso está a combater a decisão do tribunal tailandês que condenou o seu agressor a uma pena de dez anos numa prisão na Tailândia.

Ela está a pedir que o homem com quem casou em 2017 — apenas dois meses depois de o conhecer — cumpra uma pena perpétua. "Ele tirou-me tudo: o meu presente e o meu futuro. Perdi o meu bebé, o meu negócio milionário, a minha saúde...", diz a sobrevivente hoje com 35 anos.

Interação na webesfera. "Muitas pessoas deixaram-me mensagens". Centenas de milhares de seguidores no Douyin. "Alguns estavam a passar por diversos graus de adversidade, sentiam-se perdidos", relatou ao South China Morning Post. "Disseram-me que depois de verem os meus vídeos sentiram que podiam fazer o mesmo que eu, que aquilo que eu passei era mais duro que todos os seus problemas e eu não me tinha deixado derrotar".

Fontes: SCMP/Bangkok Post/Beijing Youth Daily

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project