MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

China: Perfume russo persistente em Harbin de esculturas em gelo atrai turistas — E de súbito Covid-19 abafa-o 09 Janeiro 2021

A Covid-19 abafou o perfume russo da cidade onde o inverno e os seus atrativos começaram sem os muitos milhares de turistas atraídos pelo festival de esculturas de gelo que fazem a fama de Harbin. A cidade na fronteira entre os dois países e que mantém traços caraterísticos da convivência russo-chinesa de quase dois séculos (desde fins do século XIX até finais de 1960) à revelia de Pequim — é vítima de mais uma irrupção do víris de 2019.

China: Perfume russo  persistente em Harbin de esculturas em gelo atrai turistas — E de súbito Covid-19 abafa-o

O mundo surpreendeu-se de novo na primavera quando o surto pandémico na China foi de imediato controlado e a indústria cultural e de entretenimento pôde no segundo semestre retomar a sua dinâmica e a vida voltar ao normal ao longo do segundo semestre ("Vida de praia em Wuhan e o mundo paga o preço" — China defende festa em parque aquático sobrelotado, 21.ago.020).

Mas de novo o surgimento de novos casos, agora em várias cidades de menor dimensão, a norte, como Harbin, levou as autoridades a impor medidas restritivas — que podem gerar outra crise temida, a económica.

O fluxo turístico foi interrompido, o inverno começou sem os muitos milhares de turistas atraídos pelo festival de esculturas de gelo que fazem a fama de Harbin. São labirintos de neve gigantes, torres de gelo iluminadas e palácios de cristal feitos de grandes blocos de gelo paisagens congeladas concebidas para fascinar os milhões de visitantes da cidade invernal.

Os preparativos do festival — que na segunda década do novo milénio beneficiou da ’2022 Beijing Winter Games’, fez quadruplicar o número de empreendimentos turísticos para os desportos de inverno — começam com a extração de milhões de toneladas de gelo do rio Songhua. Um trabalho duro feito semanas antes da abertura por ocasião do longo feriado do Ano Novo Lunar.

Fontes: Bangkok Post/Euronews/. Foto: O Kremlin, sede do poder russo desde o século XV-XVI até à atualidade, em Harbin é uma monumental escultura em gelo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project