SERÁ NOTÍCIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

China aprova projeto de assistência técnica em apoio aos sistemas de Produção agrícola 05 Fevereiro 2021

O Governo da China acaba de aprovar o Projeto “Assistência Técnica no âmbito do Programa de Cooperação Sul-Sul (CSS) FAO-China em Apoio aos Sistemas de Produção Agrícola para Aumentar a Segurança Alimentar e Nutricional na República de Cabo Verde” - GCP/CVI/049/CPR.

China aprova projeto de assistência técnica em apoio aos sistemas de Produção agrícola

Trata-se de um projeto que tem por objetivo fornecer assistência técnica a Cabo Verde na promoção da horticultura, através da assistência técnica na gestão dos solos, água e fertilizantes para a horticultura; promoção da proteção das plantas, através da introdução de métodos e da organização de formações de campo para a Gestão Integrada de pragas do milho e os métodos de controlo biológicos sobre as pragas de solo; realização de um estudo sobre a eco fisiologia e o potencial do cultivo de algas marinhas e da cadeia de valor em Cabo Verde, e desenvolvimento/implementação de sítios-piloto para introduzir. Visa ainda promover a cultura de algas marinhas; promoção do pequeno produtor pecuário, através da melhoria da produção animal e da melhoria da genética animal, do reforço da vigilância epidemiológica e da valorização dos produtos animais.

Conforme uma nota enviada a este diário digital, este projeto de três anos (Janeiro 2021 a Janeiro 2024) será implementado nas ilhas de Santo Antão e Santiago. Os beneficiários diretos incluem 4.500 agricultores, homens e mulheres, 100 investigadores e estudantes, criadores e técnicos, sendo os indiretos consumidores, instituições públicas e privadas e comunidades vizinhas que indiretamente beneficiarão de capacidades locais reforçadas.

Os resultados esperados abrangem quatro áreas de interesse, nomeadamente horticultura, proteção de plantas, pecuária e aquacultura de algas marinhas, contribuindo assim para a redução da pobreza, melhoria das condições de vida da população cabo-verdiana, aumento do emprego especialmente de mulheres e jovens, e crescimento económico através da promoção de sistemas de produção agrícola que reforcem a Segurança Alimentar e Nutricional da população, bem como o estabelecimento de uma política eficaz e de serviços avançados de apoio para a promoção de sistemas de produção agrícola.

“O projeto é implementado no âmbito do Programa FAO-China (CSS) e do Acordo Geral sobre o Fundo Fiduciário FAO-China CSS entre a China e a FAO, assinado em Junho de 2015 e contribui para os Objetivos Estratégicos da FAO, designadamente contribuir para eliminar a fome, a insegurança alimentar e a má nutrição; tornar a agricultura, a silvicultura e a pesca mais produtivas e sustentáveis; trabalhar em prol de sistemas agrícolas e alimentares inclusivos e eficientes», refere a nota.

Igualmente, enquadra-se na Prioridade dois do Governo (Aumentar o rendimento da população activa através da transformação e do crescimento em sectores económicos-chave como a Economia Verde e a Economia Azul), incluído no documento de cooperação entre o Estado de Cabo Verde e a FAO, denominado Quadro de Programação do País (CPP 2018-2022).

O montante estimado é de cerca de 1,5 milhões (1.469.129) de dólares americanos, financiados pelo Governo da China, sendo a execução e gestão a cargo da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura.

De salientar que a China tem sido um dos principais parceiros da FAO na promoção da cooperação Sul-Sul e triangular. Desde 2009, o Programa de Cooperação Sul-Sul da FAO-China beneficiou diretamente mais de 70.000 pessoas em 12 países em desenvolvimento em África e na Ásia. “Cabo Verde será o décimo quarto país a implementar um projeto nacional no âmbito do Programa de Cooperação Sul-Sul FAO-China”.

A FAO tem um “amplo” mandato que abrange todas as disciplinas da alimentação e agricultura, com uma vasta gama de peritos técnicos e operacionais em agricultura, culturas e produção animal, silvicultura, pescas, gestão de recursos naturais e assuntos jurídicos. Desde 1996, a FAO acumulou uma ampla experiência na preparação e implementação de projetos de Cooperação Triangular e Sul-Sul em apoio a programas nacionais e regionais de segurança alimentar e nutrição. Desde 1976, a FAO coopera com Cabo Verde em termos de prestação de assistência técnica e operacional nas áreas da agricultura, pescas, silvicultura, segurança alimentar, comunicação para o desenvolvimento e desenvolvimento institucional.

O ato de assinatura do Acordo Tripartido, terá lugar esta quinta-feira, na sala de conferência do Ministério dos Negócios Estrangeiros, na cidade da Praia, e contará com a presença do Ministro da Agricultura e Ambiente, do Embaixador da China e da Representante da FAO em Cabo Verde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project