ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Transportes marítimos: Cabo-verdiana denuncia CV Interilhas por danos com extravio de bagagem e falta de humanismo 20 Setembro 2021

Keila Pereira, licenciada em Relações Internacionais, procurou este jornal para denunciar aquilo que considera ser uma situação de "grande constrangimento e falta de humanismo e empatia" por parte da CV Interilhas para com a sua pessoa. Aflita, esta cidadã, natural da ilha de Santiago, que chegou a viajar da cidade da Praia rumo à ilha do Sal, revela ao Asemanaonline que não sabe o destino da sua mala de viagens e que ninguém da Companhia lhe dá informações concisas sobre o seu paradeiro. Perante este fato, Keila exige que a empresa reponha os danos morais e materiais causados à sua pessoa por este constrangimento grave e inesperado.

Transportes marítimos: Cabo-verdiana denuncia CV Interilhas por danos com extravio de bagagem e falta de humanismo

Continua a reinar a situação de caos a nível dos transportes marítimos em Cabo Verde. Em causa estão mais denúncias de novos casos que estão a inquietar os cidadãos. É que além de ligações irregulares ou falta de ligações de algumas ilhas com o resto do país, surge agora extravio de bagagem, como denúncia a passageira Keila Pereira.

"Fiz uma viagem via marítima, Praia - Sal. No entanto não sabem informar sobre o paradeiro da minha mala. Já enviei e-mails, telefonei ao call center várias vezes, e já contatei alguns responsáveis que trabalham em nome da companhia, nenhum deles sabe dar-me uma informação concisa. Disseram-me que talvez a mala esteja em Boa Vista, e que o barco só vem na quinta feira, sabendo que tenho data de regresso para o sábado. Estou sem um pertence, pois é uma ilha em que não conheço ninguém. O que mais está a me dececionar é que eu viajo com uma criança de quatro anos cujo medicamento se encontra na respetiva mala. Ela precisa do remédio devido ao problema de prisão de ventre. A única resposta que me conseguem dar é que não há nada que se possa fazer. Lhes propus que me enviassem a bagagem via aérea ou num outro barco, pois é de extrema urgência, me disseram “pagar para um serviço só para trazer uma mala?”, contesta, sublinhando que está "bastante irritada e dececionada" com os serviços e o atendimento prestados pela CV Interilhas.

Keila, que procuoru o Asemanaonline para denunciar a situação. Considera que este caso demonstra "incompetência, desrespeito, falta de responsabilidade, e negligência da empresa". "Pois, o que era para ser umas férias de descanso e lazer entre eu e a minha filha, está-se a revelar um autêntico pesadelo. Exijo que a Companhia CV Interilhas reponha todos os danos que tenho sofrido para que outra pessoa não passe por aquilo que estou a passar", exige Keila Pereira.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project