Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia/Santiago Sul: Afluência considerável e tentativas de intimidação de eleitores 17 Outubro 2021

O processo eleitoral deste domingo em Santiago Sul está a decorrer com uma afluência considerável de eleitores às urnas, em comparação com as legislativas de abril. Contudo, questões logísticas atrasaram a abertura de algumas mesas de voto na Praia e causaram constrangimentos aos eleitores que se dirigiram aos locais de voto, logo no período da manhã. Mas a situação está ultrapassada segundo autoridades eleitorais e as diferentes candidaturas presidenciais. Regista-se alguns casos de tentativa de compra de voto e de intimidação de eleitores, que já são do conhecimento da CNE e da Polícia Nacional.

Praia/Santiago Sul: Afluência considerável e tentativas de intimidação de eleitores

Numa ronda feita por este jornal na Cidade da Praia e nos concelhos de Ribeira Grande e São Domingos, registou-se, nas primeiras horas, uma razoável a fluência de eleitores às urnas, cumprindo as medidas sanitárias, como a desinfeção do espaço, o uso de máscaras e álcool gel antes e depois da votação.

Segundo o delegado da CNE, Medilson Tavares, na Cidade da Praia, o processo de votação ocorre na normalidade e com uma razoável afluência de pessoas às urnas. Revela que conseguiram abrir todas as mesas no horário estipulado sem nenhum constrangimento.

Nos concelhos de Ribeira Grande e São Domingos, segundo informação recolhidos junto dos delegados da Comissão Nacional das Eleições Samier Sena e Yolanda Lopes, registou se, nas primeiras horas, uma razoável a fluência de eleitores às urnas, cumprindo as medidas sanitárias, como a desinfecção do espaço, o uso de máscaras e álcool gel antes e depois da votação.

Conforme fontes das diferentes candidaturas, a participação dos eleitores é rezoável, em comparação com a registada nas últimas legislativas. Perspetivam que a afluência das pessoas possa melhorar no período da tarde, já que de manhã muitos eleitores vão à igreja.

Entretanto, segundo circula já nas redes sociais têm havido casos de tentativa de agressão a apoiantes de determinadas candidaturas, de intimidação a eleitores na Escola Pedro Gomes e de compra de voto em Ponta d’Água.

O candidato presidencial José Maria Neves denuncia inclusive movimentações estranhas, pedindo aos eleitores para irem exercer o seu direito de voto e de não se sentirem medo com tais situações.

A CNE e a Polícia Nacional já foram informados sobre esses casos.

No total de 398.864 eleitores – 342.777 são nacionais e 36.970 estão no conjunto dos países que integram a Diáspora, que dispõem de 1.053 mesas de voto nos círculos nacionais e 243 no estrangeiro.

As eleições vão ser acompanhadas por 104 observadores internacionais, sendo 71 da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), 30 da União Africana e três, dos EUA e a votação é encerrada às 18 horas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project