Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cidade da Praia: Candidatos apresentam propostas com vista à melhoria e sustentabilidade do setor de transportes 06 Outubro 2021

Os candidatos de Santiago Sul às eleições presidenciais de 17 deste mês mostram-se preocupados com a alegada «situação de caos» que se vive no setor dos transportes marítimos e aéreo em Cabo Verde. Um facto que, segundo os úvidos por este diário, tem provocado indignação e revolta por porte da população cabo-verdiana, com destaque para nacionais e emigrantes que enfrentam dificuldades em viajar de forma normal através de transportes marítimos e aéreos.

Cidade da Praia: Candidatos apresentam propostas com vista à melhoria e sustentabilidade do setor de transportes

De acordo com o diretor de campanha António Oliveira, como principais desafios da candidatura, José Maria Neves anunciou como prioridade, caso vença o pleito de 17 de outubro, exercer a sua magistratura de influência para resolver o problema dos sectores de transportes, que se encontram numa situação difícil, «com nula ou deficientes ligações inter-ilhas».

Apoiantes do candidato descrevem que a situação é "preocupante" e que nunca tiveram tantas dificuldades para fazer campanha nas ilhas, sublinhando ainda que não sabe se vai ser possível estar em todas as ilhas.

Relativamente aos problemas com os transportes aéreos, o diretor de campanha de Carlos Veiga deixou claro que a pandemia destruiu o sistema de transportes aéreos em todo mundo e que o governo já tomou as medidas necessárias em relação ao assunto, frisando que Cabo Verde não foge a essa exceção.

O mesmo candidato ressalta que está a programar um regresso dos transportes aéreos em Cabo Verde com foco na TACV, ressaltando que, daqui a 6 meses, têm de estar a voar, com uma nova administração.

Para o Hélio Sanches, é preciso haver melhoria nos transportes tanto a nível dos concelhos como a nível nacional e internacional. O mesmo apresenta ainda exemplos de homens, mulheres e crianças que diariamente passam várias horas nas paragens, ao relento, perdendo tempo que poderia ser melhor empregue a trabalhar.

Já para o representante de Casimiro de Pina, os serviços de transportes colectivos de pessoas não são uma excepção. "Por motivos vários, temos hoje um sistema de transporte que claramente não tem conseguido dar cabais respostas, em tempo e em qualidade, à forte demanda que a Cidade Capital carece em termos de mobilidade urbana e interurbana", afiançou.

Abordado por este jornal, o candidato Gilson Alves prescindiu, no entanto, de se pronunciar sobre a temática referida.

Até o fecho desta peça não este jornal nnão conseguiu obter informações sobre os restantes candidatos: Joaquin Monteiro e Fernando Delgado.

Ireneia de Jesus Semedo Tavares/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project