SERÁ NOTÍCIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cidade da Praia: ULCV promete regularizar salários em atraso dos docentes 03 Dezembro 2020

Em reação ao anúncio de professores divulgado no asemanaonline sobre a paralisação das aulas por tempo indeterminado, a Universidade Lusófona de Cabo Verde (ULCV), com pólos nas Cidades da Praia e Mindelo, promete, esta quarta-feira, 02, saldar e regularizar os salários em atraso dos docentes até o final desta semana. Para isso, Lenilda Brito, Administradora/Delegada deste estabelecimento de ensino superior em Cabo Verde, garante que a Universidade vai recorrer ao grupo internacional, do qual a ULCV faz parte, para apoiá-la na regularização dos salários dos professores. Entretanto, afirma que todo o problema deveu-se, essencialmente, à resistência dos estudantes no pagamento das propinas mensais.

Cidade da Praia: ULCV promete regularizar salários em atraso dos docentes

Em entrevista ao Aemanaonline, a nova Administradora/Delegada da ULCV promete que, ainda nesta semana, a instituição vai negociar com os professores lesados, no sentido de saldar e regularizar os salários em atraso, há já algum tempo, de forma faseada“.

Segundo fundamenta a mesma fonte, a Universidade tem passado por momentos críticos em relação ao pagamento atempado dos salários aos professores.Mas garante qqu tudo foi motivado pela insuficiência nas receitas, através da resistência dos alunos no pagamento das propinas e pelas pequenas dificuldades nas transferências bancárias”, aponta, acrescentando que a Universidade já fez cerca de dois pagamentos a uma parte de professores e que, até o final desta semana, os restantes receberão os montantes em dívida.

De acordo com Lenilda Brito, foi por causa desta situação que a ULCV na Cidade da Praia começou as aulas deste ano letivo com algum atraso (30 de Novembro) e fez com que alguns professores retiveram as notas dos alunos, mas acredita que tudo voltará à normalidade, passando o mesmo estabalecimento a funcionar sem grandes sobressaltos.

Recorde-se que um grupo de docents, que lecionam na ULCV da Cidade da Praia, anunciaram, na semana passada, paralisar as aulas por tempo indeterminado, devido ao atraso no pagamento dos seus salários.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project