NÔS TRADISON

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cidade de Assomada acolhe mais uma Feira das Cinzas com forte animação musical 02 Mar�o 2019

Tudo está a postos para a terceira edição de mais uma edição da Feira das Cinzas de Santa Catarina, uma das tradições mais antigas da ilha de Santiago, que acontece de 3 a 5 de março na cidade de Assomada.

Cidade de Assomada acolhe mais uma Feira das Cinzas com forte animação musical

Organização conjunta da Associação Comercial, Agrícola, Industrial e de Serviços de Santiago (ACAISA) e da Câmara Municipal de Santa Catarina, este ano, pela primeira vez, a Feira de Cinzas vai realizar-se no Espaço do Artesão (entre o Cineclube e o Centro Cultural Norberto Tavares). É que a requalificação do centro da cidade de Assomada, com a criação da Zona Pedonal, abriu a possibilidade de transferir a feira do Polivalente para um espaço mais adequado e digno para receber visitantes na cidade do Planalto.

Segundo o gabinete da comunicação e imagem da Edilidade, 18 expositores estão já confirmados, dividindo-se por várias áreas de negócio: dos produtos vegetais às bebidas espirituosas, do peixe seco ao caldo de cana, mas também da restauração, do setor de serviços e da indústria.

«Tal como nas anteriores, esta terceira edição vai ser uma grande oportunidade de negócios, mas também de troca de experiências entre os feirantes, abrindo uma nova janela para a divulgação dos traços da Cultura de Santa Catarina, fazendo da Cidade do Planalto a melhor escolha de visitas nesta ocasião», lê-se num comunicado sobre o evento.

Um programa cheio

Conforme o programa já definido, no primeiro dia (3 de março), a feira abre, às 16h00, com intervenções do Presidente da ACAISA, Felisberto Veiga, e do Presidente em Exercício da Câmara Municipal de Santa Catarina, Jacinto Horta. Mais à frente é tempo para Animação Musical, com o DJ Micael Tavares e as Batucadeiras Raiz Fincado, de Nhagar. O encerramento acontece às zero horas.

Já no segundo dia (4 de março) a feira abre às 08h00, sendo que uma hora depois (10h00) é tempo para o Workshop com dois painéis, no Centro Cultural Norberto Tavares.

«No Painel I, o tema é “Festas de Cinzas, como um produto histórico, religioso e turístico em Santa Catarina”. José Maria Semedo (Professor Universitário e Investigador) apresenta a comunicação ’As festas de cinzas em Santiago na perspectiva histórica e religiosa’. E o Investigador e Presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Martinho Brito, apresenta a comunicação ’As festas de cinzas em Santa Catarina, uma oportunidade para a promoção de produto turístico genuíno’. A moderação deste painel está a cargo do Presidente da Associação de Turismo de Santiago, Eugénio Inocêncio», precisa a fonte referida.

A organização acrescenta que, no Painel II (que acontece às 11h30), o tema é «Cadeia de valorização do grogue em Santa Catarina?». Elisângelo Monteiro (Inspetor Geral da IGAE – Inspeção Geral das Atividades Económicas) apresenta a comunicação «Controlo da produção, medidas corretivas e transporte do grogue para o comércio e indústria de engarrafamento». A moderação deste painel está a cargo do Presidente da ACAISA, Felisberto Veiga. O programa prossegue com a Animação Musical, que leva ao palco DJ Micael Tavares, China e João de Sousa. O encerramento deste segundo dia da feira acontece às 00h00.

«No terceiro e último dia (5 de março), a Feira abre às 08h00. Pelas 16h00 irá proceder-se à entrega dos diplomas de participação. E meia hora depois acontecem as intervenções de encerramento da III Feira de Cinzas, com o Presidente da ACAISA, Felisberto Veiga, e o Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, Beto Alves», diz o comunicado referido, concluindo que o programa prossegue com a animação musical de DJ Micael Tavares, Edy Parker e Titio di Belo Freire - encerramento desse certame cultural ocorre pelas zero horas do mesmo dia.

— 

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project