REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ciência: Descoberta imagem que revela um Jesus Cristo diferente do tradicional 16 Novembro 2018

Um grupo de investigadores da Universidade de Haifa, em Israel, descobriu aquela que poderá ser uma das imagens mais antigas de Jesus Cristo.

Ciência: Descoberta imagem que revela um Jesus Cristo diferente do tradicional

Os investigadores ainda estão a analisar as imagens, que acreditam ter mais de mil e quinhentos anos. Apesar do entusiasmo, em relação ao que pode ser uma descoberta histórica, os investigadores pretendem afastar qualquer possibilidade de erro.

Um dos elementos que mais preocupa os investigadores, que publicaram um estudo na revista científica Antiquity citada pelo JN-PT, é a diferença entre o momento em que foi pintada e a época em que Cristo estava vivo.

A descoberta teve lugar numa igreja bizantina no deserto do Negev, a sul de Israel, numa aldeia chamada Shivta, declarada Património da Humanidade pela UNESCO, em 2015. Foi um importante centro religioso, com três igrejas bizantinas, até à conquista por parte dos exércitos islâmicos.

Foi numa dessas igrejas que, no interior do que se pensa ser o local de batismo, foi encontrada uma imagem que intrigou os especialistas. "A imagem representa um rosto com cabelos curtos e encaracolados, rosto alongado, olhos grandes e nariz alongado", explicam os investigadores do estudo liderado por Emma Maayan-Fanar, da Universidade de Haifa.

Com o passar o tempo, o objeto de estudo ficou danificado, mas foi reconstruído pelos arqueólogos, que acreditam que a imagem em causa pode fazer parte de uma pintura mais elaborada. "A localização, por cima da fonte batismal e em forma de crucifixo, sugere que se trata da cena do Batismo de Cristo. Assim, o rosto representa Cristo enquanto jovem, enquanto o rosto à esquerda é muito provavelmente o de João Batista", referem.

As imagens de Jesus Cristo datadas desta época são muito raras em Israel. Muitas fações do cristianismo acreditavam que a criação de imagens religiosas era um pecado semelhante à adoração de ídolos. Até agora, acredita-se que a imagem mais antiga de Cristo era a que um grupo de arqueólogos tinha encontrado em 2011, datada do ano 235.

"A descoberta desta pintura é extremamente importante. É, até ao momento, a única cena do batismo de Cristo, no local, da Terra Santa pré-iconoclasta", defendem os investigadores referidos pela mesma fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project