REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Cirurgia separa siamesas na Nigéria 09 Janeiro 2020

É a primeira cirurgia de separação de gémeas unidas pelo tronco — peito e abdómen — que é realizada com sucesso no país mais populoso de África. As gémeas siamesas Goodness e Mercy Martins foram operadas em novembro. Dois meses depois, recebem luz-verde do cirurgião chefe Emmanuel Ameh para voltarem a casa, prontas para seguirem vidas em separado.

Cirurgia separa siamesas na Nigéria

Foi necessário ter setenta e oito médicos em dois turnos num total de doze horas para chegar a separar as irmãs teracópagas — a designação científica dada aos casos de gémeos ligados pelo tórax — no Hospital Nacional de Abuja, em novembro transato.

As meninas nascidas em agosto de 2018 foram de imediato levadas ao hospital da capital, mas os médicos decidiram que elas tinham de esperar até terem forças para aguentar a cirurgia exigente.

Ao fim de quinze meses de internamento, os médicos deram luz-verde para a operação. A cirurgia foi um êxito e produziu "o milagre" da separação das meninas que a natureza uniu indevidamente: em algum momento a divisão celular fez-se de modo incompleto.

A cirurgia muito complexa tem também um custo elevado — 55 mil dólares, mais de cinco mil contos — , como explicou o diretor do hospital na capital nigeriana, ao correspondente da BBC. Mas neste caso, segundo a mesma fonte, nada foi cobrado aos pais, Michael Edeh e Maria Onya Martins, porque a família de sete depende do salário do pai pintor de construção civil. Fontes: BBC/Arquivos especializados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project