NÔS TRADISON

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Colômbia: Morna entre os 42 elementos a serem avaliados durante a reunião do comité intergovernamental 10 Dezembro 2019

A 14ª reunião Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial já está a decorrer em Bogotá, Colômbia, e a morna está entre os 42 elementos que estão na lista representativa do património cultural a serem avaliados.

Colômbia: Morna entre os 42 elementos a serem avaliados durante a reunião do comité intergovernamental

Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através da sua página nas redes sociais, os trabalhos que arraçaram hoje (10/12) no Centro de Convenções Agora Bogotá, estão a ser presididos pela secretária de Cultura, Recriação e Desporto de Bogotá, María Claudia López Sorzano.

Durante esta reunião, que acontece pela primeira vez na região da América Latina, os 24 países que decidem pela inscrição dos bens candidatos vão analisar e decidir sobre os bens imateriais inscritos a Património da Humanidade e outras questões em pauta até o dia 14.

A previsão para a ratificação do dossiê de candidatura da morna, apresentada em Março de 2018 por Cabo Verde, deverá ser conhecida nesta quinta-feira, dia 12.

“A partir dali Cabo Verde conhecerá a decisão definitiva da inscrição da Morna como Património da Humanidade, uma vez que a comissão técnica da Unesco concluiu que a informação incluída no ficheiro de candidatura da morna satisfaz todos os critérios exigidos pela lista representativa do património cultural da humanidade”, lê-se na página do ministério.

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, que é também presidente da Comissão Nacional da Unesco (CNU), está acompanhado de uma comitiva que integra o presidente do Instituto do Património Cultural, Hamilton Jair Fernandes, a secretária Executiva da CNU, Carla Palavra, e a coordenadora do dossiê de candidatura da morna, Sandra Mascarenhas.

Cabo Verde formalizou a entrega do dossiê de candidatura da Morna a Património Cultural Imaterial da Humanidade a 26 de Março de 2018, sendo que para o processo foram integradas todas as ilhas de Cabo Verde, visto que a representação da Morna merece que se englobe todo o povo cabo-verdiano.

A 08 Novembro, o ministro Abraão Vicente anunciou que o comité técnico dos peritos da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) havia aprovado o dossiê da Morna a Património da Humanidade.

Em declarações à imprensa, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, disse que recebeu a notícia “com muita satisfação”, de ver Morna alcandorada à expressão de Património Cultural da Humanidade, considerando ser uma grande vitória para todos os cabo-verdianos e motivo de festa.

“É uma grande conquista. Todos nós devemos estar orgulhosos pelas conquistas de Cabo Verde. Estas conquistas devem unir a nação e devem ser celebradas por todos”, afirmou a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição), Janira Hopffer Almada.

A cidade do Mindelo, de acordo com o ministro da Cultura, vai ser o “coração da celebração” quando a morna for proclamada Património Imaterial da Humanidade.

Na comitiva chefiada pelo ministro da Cultura e Indústrias Criativas à Colômbia, também estão a cantora Nancy Vieira e o músico/compositor Manel de Candinho. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project